Twitter remove posts de Trump e bloqueia conta por 12 horas

1 min de leitura
Imagem de: Twitter remove posts de Trump e bloqueia conta por 12 horas
Imagem: Unsplash
Avatar do autor

Nesta quarta-feira (6), o Twitter anunciou o bloqueio do perfil de Donald Trump na plataforma por 12 horas, devido à violação dos termos de uso da plataforma. A sanção é referente a três postagens feitas ao longo do dia, que inicialmente foram sinalizadas e privadas de receber curtidas, retuites e comentários. Posteriormente, elas acabaram removidas.

Um dos tweets de Trump sinalizados pela rede social foi a mensagem direcionada ao vice-presidente dos Estados Unidos Mike Pence. No texto, o mandatário reclamava que o colega republicano não “teve a coragem de fazer o que deveria ter sido feito”, referindo-se às pressões para tentar reverter a derrota para Joe Biden nas Eleições de 2020.

Em outro tweet, cujo acesso também foi restringido, Trump comentava a respeito da invasão ao Capitólio e repetia as alegações sobre a vitória do candidato democrata em novembro passado, afirmando que os resultados da votação foram fraudados — as denúncias feitas pelo atual presidente não foram comprovadas.

Este foi um dos tweets removidos pela rede social.Este foi um dos tweets removidos pela rede social.Fonte:  Twitter/Donald J. Trump 

As mensagens, que puderam ser visualizadas por algum tempo mesmo com as restrições, estavam acompanhadas do seguinte rótulo: “Esta alegação de fraude eleitoral é contestada e este tweet não pode ser respondido, retuitado ou curtido devido ao risco de violência”.

Violação às regras da plataforma

Após aplicar as restrições às postagens do presidente americano, o Twitter usou a sua conta oficial @TwitterSafety para justificar as atitudes tomadas. Conforme a companhia, os tweets de Trump violaram as regras da plataforma devido à utilização de palavras que podem incitar a violência.

“Em relação à situação atual em Washington, DC, as equipes de confiança e segurança do Twitter estão trabalhando para proteger as conversas públicas ocorridas no serviço e tomarão medidas em relação a qualquer conteúdo que viole as Regras do Twitter. Claro: ameaças e apelos à violência não têm lugar no Twitter e aplicaremos nossas políticas de acordo", comentou a empresa.

Mais tarde, o microblog voltou a usar o perfil para dizer que as violações repetidas e graves da sua política de integridade cívica resultariam na remoção dos posts sinalizados. E fez um novo alerta: caso Trump volte a violar os mesmos termos, terá a sua conta banida do serviço permanentemente.

Twitter remove posts de Trump e bloqueia conta por 12 horas