Facebook recebe multa de US$ 5 bilhões por vazamento de dados

2 min de leitura
Imagem de: Facebook recebe multa de US$ 5 bilhões por vazamento de dados
Avatar do autor

A multa e o acordo já haviam sido anunciados e agora começam efetivamente a vigorar: a Federal Trade Comission (FTC), órgão que regula o mercado nos Estados Unidos, notificou oficialmente o Facebook com multa de US$ 5 bilhões e algumas condições sobre a segurança de dados dos usuários — assunto bastante discutido com os vazamentos no caso Cambridge Analytica.

No documento assinado hoje (24), a FTC alega que a rede social violou a lei ao falhar em preservar as informações de terceiros, ao veicular anúncios por meio do uso de números de telefone fornecidos pela segurança  e ao mentir para os usuários que seu software de reconhecimento facial estava desativado por padrão.

O Facebook será obrigado a conduzir uma análise de privacidade de cada novo produto ou serviço que desenvolver — e essas revisões devem ser enviadas ao CEO e a um assessor terceirizado a cada trimestre. 

facebookFonte: Federal Trade Comission/Reprodução

Por se relacionar diretamente com a Cambridge Analytica, a companhia de Mark Zuckerberg agora precisará obter certificações de uso de aplicativos e desenvolvedores de terceiros que desejam usar os dados de seus usuários. Contudo, não há limites sobre o acesso que a empresa pode autorizar a esses grupos, uma vez que a divulgação seja feita.

Facebook promete mais proteção dos dados

A rede social publicou um comunicado falando sobre a multa e as mudanças que devem ocorrer na plataforma, como forma de cumprimento do acordo junto à FTC. “Como parte desse esforço, estaremos realizando uma revisão de nossos sistemas. Esperamos que este processo revele problemas — isso faz parte do seu propósito. Quando isso acontecer, trabalharemos rapidamente para resolvê-los.”

O Facebook diz que neste ano mesmo, em resposta à investigação da FTC, descobriu falhas que permitiam a alguns parceiros continuar acessando dados para fornecer recursos da plataforma em seus produtos. 

facebookFonte: Facebook/Reprodução

“Embora não tenhamos descoberto nenhum abuso, o novo acordo ajudará a evitar esses riscos daqui para frente. Também seremos mais diligentes em como monitoramos os abusos e exigiremos que os desenvolvedores sejam responsáveis pelas formas como eles usam dados e cumprem nossas políticas.”

Será que isso resolve?

Uma das grandes perguntas a respeito disso tudo é: será que o Facebook e outras companhias multibilionárias — ou trilionárias — realmente vão mudar suas políticas de privacidade e segurança de dados depois disso tudo? 

“Apesar das repetidas promessas feitas a bilhões de usuários em todo o mundo de que eles poderiam controlar como as informações pessoais são compartilhadas, o Facebook ignorou as escolhas dos consumidores”, criticou Joe Simons, presidente da FTC, em comunicado sobre o acordo feito com a companhia de Mark Zuckerberg.

facebookFonte: Pexels/Reprodução

Rohit Chopra, comissário democrata da FTC, disse que a pena fornece “imunidade total” aos executivos da rede social. Ele complementou ao destacar que “não há restrições reais ao modelo de negócios do Facebook” e o acordo com multa “não conserta os principais problemas que levaram a essas violações”.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Facebook recebe multa de US$ 5 bilhões por vazamento de dados