Desafiado por vários seguidores durante um tweetstorm, o bilionário inventor sul-africano Elon Musk decidiu fazer algo que provavelmente deixou seu social media com o cabelo em pé: ele desativou no Facebook as páginas da Tesla e da SpaceX, suas duas maiores empresas, que contavam com 2,6 milhões de seguidores cada.

Muita gente revoltada com o episódio de vazamento de dados envolvendo a empresa Cambridge Analytica vem pedindo para que usuários deixem o Facebook

A conversa toda começou na manhã desta sexta-feira (23), quando Musk vinha trocando mensagens com um dos criadores do WhatsApp, Bryan Acton, que vem divulgando #deletefacebook no Twitter e já sugeriu para todos deixarem a plataforma — principalmente depois do recente escândalo de vazamento de dados com a empresa de análise Cambridge Analytica.

O mais curioso é que Musk parecia nem saber da existência de ambas as páginas no Face. “O que é Facebook?”, ironizou, enquanto falava com Acton. “Se você é o cara, então por que não deleta a página da SpaceX do Facebook?”, questionou um seguidor. “Não sabia que existia uma, mas vou fazer isso”, disse Musk. Foi então que outro fã mostrou o link da Tesla e escreveu “isso também deveria ser deletado, certo?”. A resposta foi: “definitivamente, também parece ruim”. Veja:

As páginas oficiais continuam fora do ar — alguns clones ainda estão por lá — e não se sabe se vai continuar assim daqui para frente. Certo mesmo é que os profissionais que cuidam do Instagram de Musk devem estar preocupados com seus cargos, pois a rede também pertence ao Facebook.

Cupons de desconto TecMundo: