Segundo reportou a empresa de segurança Checkmarx, o Tinder não está usando criptografia para manter suas fotos em segurança quando os usuários acessam uma mesma rede de Wi-Fi pública, como em cafés ou aeroportos. Os aplicativos para iOSAndroid ainda não possuem criptografia HTTPS básica, o que significa que qualquer pessoa que compartilhe o mesmo Wi-Fi que você pode ver suas fotos do Tinder e até descobrir seus matchs no app.

O Tinder afirmou que as fotos não criptografadas são apenas fotos de perfil e que o app é uma plataforma global livre

Apesar de arrastos e matches no Tinder permanecerem criptografadas pelo HTTPS, hackers na rede ainda podem distinguir comandos criptografados por causa dos padrões específicos de bytes que representam um arrasto para a esquerda, um arrasto para a direita, um Super Like e um match, de acordo com a Checkmarx.

O Tinder afirmou que as fotos não criptografadas são apenas fotos de perfil e que o app é uma plataforma global livre, de modo que as imagens estão “disponíveis para qualquer pessoa que usa o aplicativo” de qualquer maneira. A empresa concluiu: “Como todas as outras empresas de tecnologia, estamos constantemente melhorando nossas defesas na luta contra hackers mal-intencionados”.

Cupons de desconto TecMundo: