Para mostrar que é mais do que um rostinho bonito – ou uma rede social com bilhões de usuários ativos e uma infinidade de anunciantes, no caso –, o Facebook encomendou uma pesquisa para descobrir como sua plataforma está afetando o mundo dos negócios, especialmente no Brasil. Segundo o levantamento realizado pela Morning Consult, parece que a cria de Mark Zuckerberg vem realmente ajudando o empreendedor brasileiro a prosperar, mesmo em tempos adversos.

Para saber disso, a consultoria entrou em contato com mais de mil micro e pequenos negócios de todo Brasil ao longo de todo o mês de agosto. O resultado? Sete em cada dez delas afirmaram que são mais fortes hoje graças à sua presença no Facebook. Em cerca da metade dos casos, a brincadeira vai ainda mais longe: a rede serve como base para o próprio negócio, tendo sido construído primeiro nela.

pessoas gente humanosFarofa.la, uma das empresas entrevistadas na pesquisa

Outro dado interessante é que, para cerca de 75% dessas empresas, a participação no site fez com que suas vendas aumentassem diretamente, levando a uma demanda maior por produtos e serviços. Isso, claro, acabou fazendo com que dois terços delas também precisassem fazer novas contratações para manter a operação em dia. Ou seja, o Facebook pode ter contribuído para os 400 mil empregos gerados pelos micro e pequenos negócios de janeiro a setembro deste ano.

Além disso, a pesquisa afirma que a interação das companhias dentro da rede social vem ajudando a quebrar uma série de barreiras do mercado nacional, incluindo o atendimento a clientes que moram em outras regiões do país – ou até mesmo fora dele. Um ponto interessante é que, mesmo que o Facebook não tenha todas as ferramentas de sites voltados inteiramente para negócios, 70% das empresas entrevistadas dizem fechar pedidos na rede diariamente. Pudera, já que quase todo o seu público (real ou potencial) está por lá, certo?

Ajuda direta

De acordo com, Patrick Hruby, VP de Pequenos e Médios Negócios do Facebook na América Latina, a empresa ainda age ativamente para fomentar esse mercado. “Sabemos do poder transformador da tecnologia na vida das pessoas e nos negócios. Já capacitamos mais de 200 mil empreendedores no Brasil por meio de diferentes programas [...], e, recentemente, anunciamos mais de 7 mil bolsas anuais para treinar jovens e empreendedores brasileiros no nosso primeiro Centro para Inovação no mundo, a Estação Hack, em São Paulo”, explica.

Adicionalmente, o executivo diz que o Facebook, mais do que nunca, está comprometido em continuar investindo em ferramentas que ajudem os empreendedores, permitindo que eles se sustentem ou adequem seus negócios “em uma economia cada vez mais digital”. E você, costuma usar a rede social para fazer negócios? Deixe a sua opinião sobre o tema mais abaixo, na seção de comentários.

Cupons de desconto TecMundo: