Dia Mundial da Fotografia: como as selfies evoluíram os celulares

3 min de leitura
Imagem de: Dia Mundial da Fotografia: como as selfies evoluíram os celulares
Imagem: Velimir Zeland/Shutterstock
Avatar do autor

Como praticamente qualquer inovação, as câmeras eram objetos exclusivos para poucos no século passado. Durante um bom tempo, o ato de registrar fotos era um hobby bastante caro e feito somente por profissionais, cujos resultados eram colocados em quadros e expostos nas paredes das famílias.

Com o barateamento das lentes e o poder agregador dos celulares, que hoje substituíram calculadoras, bancos, GPS, video games, leitores digitais etc., a fotografia se popularizou e está a poucos toques à disposição no bolso de bilhões de pessoas pelo planeta.

O TecMundo aproveitou esta quinta-feira (19), que é lembrada como o Dia Mundial da Fotografia, para contar um pouco da história das câmeras frontais dos celulares e como elas foram importantes para moldar toda uma cultura.

Não se sabe quem influenciou quem, mas o fato é que a câmera frontal é uma das principais responsáveis pela popularização das selfies. Os autorretratos explodiram nos anos 2010 junto das redes sociais, onde era raro não encontrar um perfil de uma pessoa que não tivesse uma foto tirada por si própria com somente o rosto enquadrado.

Por causa da importância dos devices, nós listamos dez aparelhos que contam um pouco da história da revolução tecnológica que o mundo viveu nas últimas décadas.

Kyocera Visual Phone VP-210 (1999)

O Visual Phone VP-210, da marca japonesa Kyocera, foi o primeiro modelo de celular com câmera embutida do mundo. Lançado em 1999, ele tinha um design bastante esquisito, com a lente na parte frontal do aparelho. Apesar de outros modelos terem tido protótipos em anos anteriores, o Visual Phone VP-210 foi o primeiro a ser comercializado para o público em geral.

Kyocera Visual Phone VP-210

Sony Ericsson Z1010 (2003)

Com a tradicional e esperada evolução da tecnologia, foi lançado, em 2003, o Sony Ericsson Z1010. O aparelho no formato flip (que fazia bastante sucesso no início dos anos 2000) tinha uma câmera frontal que poderia ser utilizada inclusive para videochamadas quando estava aberto. Ele foi um dos produtos mais vendidos no período, ajudando a catapultar a Sony Ericsson como uma das marcas mais importantes do setor naquela década.

Sony Ericsson Z1010

Motorola Razr V3 (2004)

Boa parte dos brasileiros que estão pelo menos na casa dos "30 e poucos" se lembra do Motorola Razr V3. O aparelho exalava um "ar de ostentação", principalmente por causa de seu formato flip considerado grande (já que na época os consumidores ainda preferiam modelos menores). Com uma câmera VGA e zoom de 4x, pode-se dizer que a "era das selfies" começou ali.

Motorola Razr V3

Sony Ericsson W300i (2006)

O Sony Ericsson W300i foi lançado em 2006, em um período crucial para a indústria de eletrônicos. Com mais de 15 milhões de unidades vendidas, ele ajudou a tornar os aparelhos celulares mais populares do que as câmeras digitais. Também em formato dobrável, ele tinha uma câmera VGA que podia gravar vídeos com resolução 176 × 144 (3GP) e fotos em 640 x 480.

Sony Ericsson W300i

iPhone 4 (2010)

Apesar de entrar no mercado mobile em 2007, quando os aparelhos já tinham câmeras embutidas, a Apple só lançou o seu primeiro telefone com câmera frontal em 2010, no iPhone 4. O sensor era VGA e gravava vídeos em 720p a 30 FPS, tinha acesso ao FaceTime e suporte a videochamadas.

iPhone 4

Oppo N1 (2013)

A Oppo, marca chinesa ainda desconhecida do grande público brasileiro, lançou em 2013 o primeiro celular com câmera giratória: o Oppo N1. O aparelho foi lançado com uma câmera de 13 MP que podia simplesmente ser rotacionada, transformando-se em frontal.

Oppo N1

Essential Phone (2017)

Com os smartphones já transformados em itens essenciais, o cofundador do sistema operacional Android, Andy Rubin, lançou, em 2017, o Essential Phone. Apesar de não ter tido o sucesso que se esperava, o produto foi o primeiro celular mainstream a apresentar a câmera frontal no formato "notch".

Essential Phone

ZTE Axon 20 5G (2020)

A chinesa ZTE lançou no ano passado o ZTE Axon 20 5G, o primeiro celular com câmera de selfie sob a tela. Mesmo não tendo sido um sucesso comercial, ele apresentou ao mundo a possibilidade de retirar os notches da tela e esconder a lente sob o display, o que aumenta o aproveitamento de espaço.

ZTE Axon 20 5G

Mi Mix 4 (2021)

Representante de uma das empresas mais relevantes da atualidade no mercado de smartphones, o Mi Mix 4 foi anunciado oficialmente em agosto de 2021. A Xiaomi chegou a dizer que o aparelho, que tem uma câmera de selfie debaixo da tela, teve mais de 400 mil encomendas em apenas poucos dias após a abertura da pré-venda.

Mi Mix 4

Galaxy Z Fold 3 (2021)

Outra companhia relevante nos dias modernos, a Samsung mostrou ao mundo em 11 de agosto o Galaxy Z Fold 3. O modelo dobrável que tem uma câmera de 4 MP escondida sob o display.

Galaxy Z Fold 3