Samsung pode lançar processador ARM para celulares e notebooks

1 min de leitura
Imagem de: Samsung pode lançar processador ARM para celulares e notebooks
Imagem: ITBiznes/Reprodução
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Após dois anos de parceria, Samsung e AMD podem estar prestes a lançar um processador para smartphones e notebooks com arquitetura ARM. A informação foi revelada em uma matéria do Korea Economic Daily.

Conforme a publicação, a marca sul-coreana deverá lançar o seu próximo chipset premium da linha Exynos — provavelmente o Exynos 2200 — no segundo semestre deste ano. Ele pode contar com uma GPU Radeon, da AMD, projetada para dispositivos de baixo consumo de energia.

Chipset Exynos são sucesso de desempenho na linha Galaxy.Chipset Exynos são sucesso de desempenho na linha Galaxy.Fonte:  MobiDevices/Reprodução 

Além de estrear em laptops ARM com Windows 10, as recentes informações indicam que o Exynos 2200 também pode ser usado em dispositivos móveis como celulares e tablets. Algo que pode representar um bom avanço para as duas marcas.

Aparentemente, o chip de 5 nm será fabricado pela Samsung e oferecerá "extraordinária potência de computação e eficiência de bateria". Para mais, ele pode trazer conectividade 5G integrada e outras tecnologias sem fio avançadas.

Caso as informações se confirmem, a sul-coreana pode se tornar a segunda marca a lançar o próprio processador baseado em ARM para notebooks com Windows 10. Atualmente, apenas a Qualcomm realizou esse feito.

O próximo Exynos pode ser um forte rival do M1 da Apple.O próximo Exynos pode ser um forte rival do M1 da Apple.Fonte:  Apple/Divulgação 

Rival do Apple M1

Tudo indica que o Exynos 2200 será um forte rival dos processadores M1 da Apple. Revelado no ano passado, o chip surpreendeu os especialistas com o alto desempenho que supera os antigos iMac, além da bateria com o dobro de duração das CPUs da Intel.

Em abril deste ano, a marca norte-americana anunciou o chipset como uma das novidades do iPad Pro. Além da tecnologia 5G ultrarrápida, ele também oferece melhorias no desempenho energético.