Edward Snowden, o ex-analista da Agência Nacional de Segurança (NSA) dos Estados Unidos que denunciou o esquema de espionagem do orgão,  revelou que o os funcionários da NSA compartilham entre si, frequentemente, fotos de pessoas nuas que são descobertas nas varreduras de dados em massa que são realizadas.

A revelação ocorreu em um vídeo publicado no site do The Guardian nesta última quinta-feira (17). “No cotidiano do trabalho, os analistas encontram algumas coisas sem relação com o serviço. Um exemplo são as fotos de pessoas nuas em uma situação comprometedora sexualmente”, afirmou o ex-analista durante a entrevista.

A culpa é da imaturidade dos funcionários

Snowden também disse que quando os profissionais encontram esse tipo de material, eles compartilham com os colegas do trabalho: “Todos ficam muitos ansiosos para deixarem os outros (funcionários) verem.

Além disso, segundo o ex-analista essas falhas de apuração não sofrem nenhum tipo de auditoria ou denuncia, já que o sistema da NSA é fraco. No entanto, ele defende o ex-colegas ao afirmar que eles são contratados com uma média de 18 a 22 anos de idade para um emprego de “extrema responsabilidade”, na qual passam a ter acesso a todos os registros particulares.

Em outra parte da entrevista, Snowden contou como está a sua vida atualmente, afirmando que não deseja retornar aos Estados Unidos pela impossibilidade de um julgamento justo, mas ele afirma que está em paz com as suas decisões.

Cupons de desconto TecMundo: