Apesar da fase relativamente turbulenta que a Nintendo vem vivendo com seus últimos consoles e por conta da queda nas vendas de seus dispositivos portáteis, a expectativa dos investidores para o futuro da empresa são bastante favoráveis. De acordo com um comunicado de Serkan Toto, CEO da firma de consultoria Kantan Games, a entrada da Big N no segmento mobile pode ter contribuído consideravelmente para essa avaliação positiva de quem costuma aplicar dinheiro na tradicional companhia japonesa.

Mesmo que a recepção inicial para essa nova empreitada da Nintendo não tenha sido tão amistosa, a possibilidade de franquias clássicas da marca surgirem nos celulares parece animar os donos das ações. “Boa parte de seu público-alvo migrou dos tablets para os tablets e smartphones, e todo mundo quer Mario Kart em seu aparelho mobile. Se eles lançarem algo assim, fariam bilhões”, comentou Toto.

Essa perspectiva deixa a impressão de que a companhia está alinhando seus planos para finalmente voltar a se destacar, afastando um pouco da aura negativa ao seu redor. Segundo o executivo, os investidores com quem ele conversou recentemente se mostraram bastante positivos, principalmente depois do anúncio do primeiro aplicativo para as plataformas móveis, o interativo e social Miitomo.

Nem mesmo o fato de a Big N ser bastante conservadora e baseada em Quioto – longe do grande centro financeiro japonês – parece afetar essa mudança de cenário, ao mesmo tempo que a escolha da sua sócia no projeto mobile continua se mostrado bastante acertada aos olhos do público. “Eles escolheram o parceiro certo, a DeNA, que tem anos de experiência em jogos mobile”, avaliou o CEO da Kantan.

Outra das análises de Toto diz respeito a facilidade natural que a Nintendo tem para ingressar nesse segmento, diferentemente de Activision Blizzard e EA, que precisaram investir massivamente para colher resultados satisfatórios. Isso acontece porque a empresa tem uma essência bem familiar, de jogos não violentos, que é algo que pode interessar bastante à geração de aficionados por franquias como Angry Birds. Será que essa aposta no mobile – somada aos recentes rumores do NX – é capaz de colocar a Big N nos eixos?

Você acha que a Nintendo deve dar a volta por cima em 2016? Comente no Fórum do TecMundo!

Cupons de desconto TecMundo: