Carro autônomo bloqueia caminhão do Corpo de Bombeiros nos EUA

1 min de leitura
Imagem de: Carro autônomo bloqueia caminhão do Corpo de Bombeiros nos EUA
Imagem: Shutterstock
Avatar do autor

Autoridades municipais de São Francisco, nos EUA, divulgaram nesta sexta-feira (27) um relatório enviado à Comissão de Serviços Públicos do estado da Califórnia no qual relatam um incidente provocado por um carro autônomo da empresa Cruise, subsidiária da General Motors. De acordo com o documento, o veículo teria bloqueado a passagem de um caminhão do Corpo de Bombeiros que atendia a uma emergência.

O relato dos profissionais envolvidos explica que, quando se deslocavam, em uma madrugada do mês de abril, em resposta a um alerta de incêndio, tentaram ultrapassar um caminhão de lixo que realizava seu trabalho, mas a pista oposta estava bloqueada por um veículo da Cruise, estacionado e sem ninguém dentro. A situação, de fácil resolução por um motorista humano, só foi contornada quando o carro de lixo interrompeu seu trabalho e deu uma marcha à ré.

Embora confirme o incidente, a Cruise afirmou que a apuração dos dados das câmeras e sensores revelou que o caminhão de bombeiros conseguiu avançar 25 segundos após o encontro com o seu veículo autônomo.

Como funcionam os carros autônomos em São Francisco?

Fonte: Shutterstock/Reprodução.Fonte: Shutterstock/Reprodução.Fonte:  Shutterstock 

Atualmente, uma agência reguladora estatal tem concedido permissões para que pessoas autorizadas possam fazer passeios, usando gratuitamente os veículos autônomos entre as 23h e 5h, e restritos à zona oeste da cidade que é menos movimentada. Além da Cruise, também a Waymo, da dona do Google (Alphabet) e a Zoox, da Amazon, realizam viagens de teste com esse tipo de veículo na chamada Cidade do Nevoeiro.

Com a promessa de investir US$ 35 bilhões (R$ 167 bilhões) em veículos autônomos elétricos até 2025, a Cruise aguarda agora uma nova licença, que permitiria à empresa cobrar pelos serviços de carona, que continuariam ocorrendo nas madrugadas, porém em noites sem chuva ou neblina.

Apesar do incidente, o relatório da cidade reconhece que, em geral, os carros da Cruise são “cautelosos e obedientes”.

Fontes