Elon Musk critica software de direção autônoma da Tesla

1 min de leitura
Imagem de: Elon Musk critica software de direção autônoma da Tesla
Imagem: Unsplash
Avatar do autor

A versão beta mais atual do software de direção autônoma da Tesla, lançada recentemente, parece não ter agradado Elon Musk, o comandante da montadora. Em um tweet publicado na segunda-feira (23), o executivo deixou sua impressão a respeito da última atualização do sistema Full Self-Driving (FSD).

“FSD Beta 9.2 na verdade não é muito bom, mas a equipe do Autopilot/IA está se esforçando para melhorá-lo o mais rápido possível”, escreveu Musk, em resposta a uma postagem relacionada ao recurso. Na mensagem, ele disse ainda que a companhia trabalha em uma única compilação para rodovias e ruas, mas isso requer um novo treinamento.

O bilionário não mencionou quais pontos do sistema de direção autônoma precisam melhorar, após observar o que o software consegue fazer. Ele, aparentemente, compartilha dos mesmos sentimentos de alguns donos de carros da Tesla que testaram o programa e não gostaram, como lembra o CNET.

Curiosamente, Musk mudou de opinião algumas horas depois de postar a observação crítica. No mesmo tópico do Twitter, ele adicionou uma nova mensagem, afirmando que tinha acabado de testar o FSD Beta 9.3 no trajeto entre Pasadena e o aeroporto de Los Angeles (Estados Unidos), comentando que o software estava “bastante aperfeiçoado”.

Um carro “quase autônomo”

Disponível para um público limitado e disposto a gastar, a versão beta do software de direção autônoma da Tesla é apresentada pela montadora como um “sistema avançado de assistência ao motorista”. Ele auxilia o condutor na direção, aceleração e frenagem, além de ser capaz de detectar carros e pedestres.

Ao contrário do que o nome indica, não se trata de um carro totalmente autônomo, pois o sistema exige a presença e a supervisão do motorista. Os interessados em testar a tecnologia precisam pagar assinatura mensal de US$ 199 ou adquirir o recurso por US$ 10 mil, além de desembolsar US$ 1,5 mil para atualizar o hardware do seu Tesla.