Tesla lança formato de assinatura mensal para piloto automático

1 min de leitura
Imagem de: Tesla lança formato de assinatura mensal para piloto automático
Imagem: Tesla
Avatar do autor

A montadora Tesla confirmou neste sábado (17) o lançamento de uma nova modalidade de pagamento para o sistema de piloto automático completo (Full Self-Driving) dos carros da empresa.

A partir de agora, clientes podem escolher entre adquirir a tecnologia em um só pagamento e com a compra definitiva (US$ 10 mil) ou em mensalidades (US$ 199 ou US$ 99, caso você fosse um cliente anterior da categoria Enhanced Autopilot). O objetivo é conquistar quem ainda não se sente seguro com a tecnologia ou pretende apenas utilizá-la para momentos especiais, como uma viagem.

No caso da assinatura, quem não possui o computador de bordo atualizado (versão HW3.0) também precisa adquirir o componente por US$ 1,5 mil adicionais.

Tesla Model 3.Tesla Model 3.Fonte:  Tesla 

O serviço ainda não é a chamada autonomia de nível 5, que garante não só a direção autônoma, mas também tira a necessidade de um piloto prestar atenção na via e estar com as mãos prontas para assumir o volante. Entretanto, ele traz várias das tecnologias atualmente em Beta, como a navegação automática, mudança de faixa, controle de sinais e placas de trânsito, assistente de estacionamento e o Summon, que faz o automóvel ir até você quando convocado.

O modelo de assinatura estava prometido para 2021, mas sem uma data definida. O CEO da Tesla, Elon Musk, esperou a liberação inicial da nova versão Beta do piloto automático, que teve o lançamento constantemente adiado desde abril deste ano.