Musk admite: criar piloto automático é mais difícil que o esperado

1 min de leitura
Imagem de: Musk admite: criar piloto automático é mais difícil que o esperado
Imagem: Tesla
Avatar do autor

O CEO da Tesla, Elon Musk, foi criticado por clientes da montadora por atrasos e o não cumprimento de promessas em relação ao sistema de piloto automático completo nos automóveis elétricos.

Musk já estipulou diversos prazos a respeito de novidades na plataforma de autonomia da Tesla e, recentemente, encontrou dificuldades para cumprir essas datas. Em sua conta no Twitter, ele falou sobre o assunto e admitiu as dificuldades a um consumidor.

"O FDS 9 Beta será lançado em breve, eu juro! A direção autônoma generalizada é um problema difícil, já que requer resolver uma enorme porção da inteligência artificial do mundo real", explicou o executivo. "Eu não esperava que fosse tão difícil, mas a dificuldade é óbvia em retrospecto. Nada tem mais degraus de liberdade do que a realidade".

Musk citou especificamente o caso do atraso na versão FSD Beta V9.0 do sistema de autonomia da Tesla. No final de abril de 2021, o empresário indicou que o lançamento seria "provavelmente em duas semanas", o que não aconteceu. No final de junho, ele voltou a falar da atualização e algumas das funções restauradas, mas não forneceu uma data.

O cliente que criticou Musk chegou a mudar o nome de usuário em seu automóvel para "Duas Semanas", em provocação ao prazo do executivo.

A primeira versão da plataforma começou a ser disponibilizada a partir de setembro de 2020, expandida para mais motoristas alguns meses depois. Atualmente, a marca também é investigada pelo possível envolvimento do Autopilot em ao menos 10 acidentes fatais nos Estados Unidos.

Musk admite: criar piloto automático é mais difícil que o esperado