JAC Motors planeja construir fábrica de carros elétricos em Goiás

1 min de leitura
Imagem de: JAC Motors planeja construir fábrica de carros elétricos em Goiás
Imagem: Reprodução
Avatar do autor

Na última segunda-feira (1), durante reunião entre representantes da JAC Motors, da Cooperativa de Transporte Individual de Goiás (Coopgo) e da Prefeitura de Aparecida de Goiânia, Roberto Sandes, gerente geral da montadora chinesa em Brasília, indicou que a companhia estuda a possibilidade de instalar uma unidade da fábrica no município, a primeira do Brasil, segundo o jornal O Popular.

A discussão ocorreu junto à apresentação de um projeto para venda de veículos elétricos para motoristas de aplicativos do estado, informa a publicação. Sandes defende haver grande demanda inicial na cidade por produtos oferecidos pela empresa, de 300 a 400 carros do tipo, que, ainda de acordo com ele, geram mais receitas aos profissionais citados, uma vez que têm gastos reduzidos por quilômetro rodado.

JAC Motors deseja chegar a município de Goiás.JAC Motors deseja chegar a município de Goiás.Fonte:  Reprodução 

Planos para a chegada da JAC Motors em território nacional já existem há algum tempo, e questões tributárias teriam impedido sua instalação em Camaçari, Bahia. De todo modo, destaca o executivo, Aparecida de Goiânia se mostra "uma opção bem melhor", pois abrigará um polo aeronáutico. A Prefeitura, inclusive, já teria se oferecido para disponibilizar uma área para abrigar uma indústria de automóveis.

"Goiânia tem uma frota muito grande e precisamos inserir carros elétricos nela", defende Roberto. "Vamos discutir todas as possibilidades deste futuro projeto com o presidente da JAC Motors, Sérgio Habib", complementa.

Aparecida de Goiânia seria "opção bem melhor" para a montadora.Aparecida de Goiânia seria "opção bem melhor" para a montadora.Fonte:  Reprodução 

Cenário ideal

A princípio, salienta Sandes, veículos à combustão também seriam produzidos na unidade, e Luiz Maronesi, presidente da Companhia de Desenvolvimento de Aparecida de Goiânia (Codap), ressalta que a entidade se colocou à disposição para ajudar no que for possível, não descartando incentivos fiscais do estado.

Por fim, para Marcelo Conrado, presidente da Coopgo, a viabilização de carros elétricos é uma das formas de se tentar reduzir o custo operacional e se aumentar a rentabilidade dos cerca de 30 mil motoristas de aplicativos de Goiânia e Região Metropolitana, que contariam com um financiamento especial do Sistema Sicoob.

"O ideal (...) é que tenhamos uma montadora aqui, e o prefeito de Aparecida, Gustavo Medanha, está muito empenhado para que isso aconteça", afirma. O assunto, finaliza O Popular, deve ser discutido com o governador Ronaldo Caiado.

JAC Motors planeja construir fábrica de carros elétricos em Goiás