99 ganha categoria exclusiva para motoristas mulheres

1 min de leitura
Imagem de: 99 ganha categoria exclusiva para motoristas mulheres
Imagem: 99/Divulgação
Avatar do autor

O 99, aplicativo de mobilidade,  ganhará uma categoria exclusiva para mulheres a partir do dia 8 de março. O recurso chamado 99Mulher permite que as motoristas escolham transportar apenas clientes do sexo feminino, com o objetivo de garantir mais segurança para elas na plataforma. A opção deve chegar a várias capitais do país.

Segundo a empresa, mais de 78 mil corridas já foram realizadas usando a função - que estava em fase de teste desde o fim de 2019, nas cidades de Santos, Campinas, Goiânia, Manaus, Recife, Fortaleza, Belém e Teresina. Nos testes, nenhum caso relacionado à segurança foi relatado em corridas que usavam o 99Mulher. A diretora de comunicação da 99, Pâmela Vaiano, afirma que a iniciativa ajudou a reduzir em 5% das ocorrências de assédio, entre julho e dezembro de 2020, e a expectativa é que o lançamento nacional diminua ainda mais os casos.

A empresa checa as informações por meio de documentação e verificação facial e avisa as passageiras  pelo aplicativo que farão a viagem com uma mulher. As motoristas poderão ligar e desligar a funcionalidade a qualquer momento.

Suporte à vítima

A atualização acompanha uma série de recursos voltados para motoristas e passageiras mulheres. Uma das ferramentas é o Rastreador de Comentários, inteligência artificial que detecta assédios e oferece suporte humanizado à vítima. O sistema planejado em conjunto com a consultoria feminista Think Eva, rastreia denúncias de assédio deixadas nos comentários ao final das corridas. Em média, são 730 assediadores identificados e bloqueados por semana, entre motoristas e passageiros. Mais de 87% das denúncias deixadas nos comentários foram detectadas pela ferramenta em 2020, contra 80% no ano anterior.

99 ganha categoria exclusiva para motoristas mulheres