Hyundai está com o pé atrás sobre produzir o carro elétrico da Apple

2 min de leitura
Imagem de: Hyundai está com o pé atrás sobre produzir o carro elétrico da Apple
Imagem: Reprodução
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Hyundai e Apple estariam negociando uma possível parceria, por meio da qual a montadora auxiliaria a empresa da Maçã a produzir seu primeiro carro elétrico, aponta a Reuters. Detalhes a respeito da conversa, confirmada pela própria Hyundai, não foram fornecidos, mas documentos sugerem que o acordo envolveria a entrega de projetos à submarca Kya. Executivos do grupo automotivo, por sua vez, parecem divididos quanto ao fechamento da proposta.

"Estamos bem preocupados quanto ao que fazer nessa situação, se ela é boa para nós ou não", disse um deles na terça-feira (26), durante uma reunião na qual foram apresentados os resultados da empresa, que teve seu melhor lucro trimestral em mais de três anos. "Não somos uma companhia que produz carros para outras. Não é como se trabalhar com a Apple fosse garantir bons resultados sempre", complementou.

Hyundai e Apple juntas? Quem sabe...Hyundai e Apple juntas? Quem sabe...Fonte:  Reprodução 

Pessoas envolvidas na discussão, segundo a Reuters, teriam dito que o design seria exclusivamente da organização liderada por Tim Cook, enquanto caberia à outra produzir os modelos e vendê-los sob sua marca. Acontece que a Hyundai é conhecida por fabricar motores, transmissões e mesmo aço internamente, além de se mostrar relutante quanto a trabalhar com estranhos.

Nem mesmo a disparada das ações após os rumores teria convencido todo o público interno de que essa é uma boa ideia. "A Apple chefia. Faz seu marketing, seus produtos, sua marca. Hyundai também. Isso realmente não funciona", disse uma fonte.

Prós e contras

Outro impeditivo é que toda a cadeia de produção da Hyundai está centralizada na Coreia do Sul, e a Apple desejaria diversificar a origem de diversos componentes e centralizá-los nos Estados Unidos.

Além disso, dedicar a responsabilidade à Kia seria um movimento para não caracterizar a marca principal da montadora como uma terceirizada, a exemplo da Foxconn, o que prejudicaria seus planos de construção de imagem premium.

"Uma cooperação pode inicialmente ajudar a elevar a imagem da marca Hyundai ou Kia, mas, a médio ou longo prazo, forneceremos apenas carcaças para os carros, e a Apple cuidaria dos cérebros", comentou uma outra fonte.

Submarca seria a responsável pela fabricação.Submarca seria a responsável pela fabricação.Fonte:  Reprodução 

A afirmação é contestada por Park Chul-wan, sul-coreano especialista em bateria e professor da Seojeong University, que afirma que há amplas áreas nas quais ambas poderiam se beneficiar, citando como exemplos a plataforma de carros elétricos de uma e projetos de veículos autônomos da outra, que seriam compartilhados.

"Hyundai seria mais do que apenas uma Foxconn", finaliza o profissional. A Apple não se pronunciou a respeito do assunto.

Fontes

Hyundai está com o pé atrás sobre produzir o carro elétrico da Apple