'Kwid Elétrico' chega à Europa custando custando R$ 72 mil

1 min de leitura
Imagem de: 'Kwid Elétrico' chega à Europa custando custando R$ 72 mil
Imagem: Dacia/Divulgação
Avatar do autor

A Dacia, montadora de automóveis romena que pertence ao Gurpo Renault, revelou ao mercado europhúngaro o preço do Spring Eletric, carro baseado na arquitetura do Renaut Kwid e sua versão elétrica chinesa K-ZE. Segundo o site da fabricante, o modelo custará 6.490.000 florins húngaros (cerca de R$ 117,2 mil na conversão direta).

Contudo, com as isenções fiscais que, quando aplicadas, derrubam o preço para 3.990.000 florins, o que seria equivalente a cerca de R$ 72 mil.

Incentivos na Hungria

a  Dacia/Divulgação 

O preço reduzido do Dacia Spring Eletric é possível devido aos diversos incentivos oferecidos pela Hungria para a fabricação e venda de elétricos em território nacional — bem diferente da realidade brasileira.

Características do Spring

a  Dacia/Divulgação 

O modelo conta com um motor de 45 cv e 12,7 kgfm de torque, assim como o chinês Renault City K-ZE. Sua velocidade máxima é de 125 km/h e, quanto à autonomia, o Spring alcança 295 km com uma carga completa no ciclo urbano WLTP, o novo padrão global de testes.

O Spring Eletric será equipado com a função Eco, que pode ampliar a autonomia em 10%. No entanto, ao acionar a funcionalidade, a potência máxima e a velocidade máxima são reduzidas: 31 cv e 100 km/h, respectivamente.

Também vale mencionar as características do elétrico quanto ao carregamento. Segundo informações divulgadas pela Dacia, sua bateria demora apenas 5 horas para recarregar totalmente em plugues de 7,4 kW, que podem ser instalados em residências. O motorista também pode realizar o carregamento em uma tomada residencial de 220 V. Nesse caso, o processo será mais demorado, levando cerca de 14h.

O que achou desse novo modelo? Você compraria um Dacia Spring Eletric? Compartilhe a sua opinião conosco através dos comentários abaixo!

Fontes

'Kwid Elétrico' chega à Europa custando custando R$ 72 mil