A Waymo, empresa-irmã da Google sob o guarda-chuva da Alphabet, anunciou que passará a oferecer seus carros autônomos na plataforma da Lyft dentro de alguns meses na cidade de Phoenix, nos Estados Unidos. O objetivo inicial é apresentar a mais pessoas a tecnologia de transporte que dispensa motoristas humanos.

"Estamos empenhados em melhorar continuamente a experiência de nossos clientes, e a parceria com a Lyft dará a nossas equipes a oportunidade de obter um feedback valioso", afirmou em comunicado o CEO da Waymo, John Krafcik.

De início, o executivo aponta que a empresa está trabalhando na implantação de uma frota de dez minivans elétricas autônomas desenvolvidas pela montadora Chrysler. "Uma vez que os veículos Waymo estiverem na plataforma, os usuários do Lyft terão a opção de selecionar um Waymo diretamente no aplicativo para os passeios elegíveis", completa o CEO. Contudo, não foi dito na publicação se haverá diferença de valores entre veículos comuns e autônomos.

Parceria antiga

Embora o anúncio tenha sido feito agora, a parceria entre Waymo e Lyft foi firmada em 2017. Na ocasião, as empresas assinaram um contrato referente a um projeto piloto para levar esse tipo de tecnologia ao mercado. Isso deve beneficiar as duas companhias, já que representa menos custos com motoristas humanos para a Lyft e mais visibilidade para a Waymo se expandir em todo o mundo. Outros serviços do setor já demonstram interesse em firmar parcerias, como é o caso da Uber.

A companhia do conglomerado Alphabet já opera há 6 meses, desde quando lançou o Waymo One, serviço de passeio compartilhado em carros autônomos. Até o momento, o app tem funcionado de modo restrito, atendendo cerca de mil pessoas diariamente na região metropolitana de Phoenix.