A Waymo é uma das empresas que está mais avançada no processo de desenvolvimento de um sistema de direção autônoma e vem investindo pesado na criação de uma frota de veículos que são capazes de andar sozinhos por aí. No entanto, antes de colocar esses carros para rodar nas ruas, a empresa está efetuando testes em um ambiente virtual.

O Carcraft, como está sendo chamado o mundo de mentirinha, foi desenvolvido por um dos engenheiros da empresa e fica em uma parte do campus da Alphabet, o grupo dono da Waymo e da Google, na Califórnia. O nome, segundo o site The Atlantic, é uma alusão ao game World of Warcraft.

(Imagem: The Atlantic)

A ideia é que o mundo virtual seja capaz de simular situações reais que os veículos podem presenciar nas rodovias do mundo real. No caso do Carcraft, são 25 mil carros autônomos virtuais andando por versões digitais de Austin, Mountain View e Phoenix. Dessa forma, a Waymo consegue fazer com que o sistema seja testado milhares de vezes em um único dia.

Falando em quantidade, são 12 milhões de quilômetros virtuais rodados diariamente e, em 2016, a empresa registrou 4 bilhões de km no mundo digital – contra pouco mais de 3,8 milhões rodados em estradas e ruas de verdade. O simulador, inclusive, permite testes mais extremos do que os que são conduzidos na vida real.

O funcionamento do Carcraft para o desenvolvimento do sistema de direção da Waymo (Imagem: The Atlantic)

Entre todas as empresas envolvidas com o desenvolvimento de veículos totalmente autônomos, a Waymo é a que parece estar mais avançada – e o mundo virtual tem uma contribuição pesada nisso.