Grey's Anatomy: 7 casos reais retratados na série

Imagem de: Grey's Anatomy: 7 casos reais retratados na série
Imagem: ABC/Divulgação

Grey's Anatomy não é uma série médica conhecida por seu primor na representação do cotidiano médico, mas isso não parece ser um problema para os fãs do programa criado por Shonda Rhimes. Entretanto, para surpresa de muitos espectadores, nem tudo no seriado fica tão longe da realidade.

Isso porque há casos reais em Grey's Anatomy ao longo de seus 400 episódios exibidos nas 18 temporadas que já foram ao ar. A peculiaridade de muitos destes acontecimentos pode levar o espectador a duvidar da veracidade, mas eles são fatos concretos. Conheça 7 histórias reais que viraram inspiração para episódios do seriado.

1. Mulher com múltiplos orgasmos espontâneos (2ª temporada, episódio 18)

Em "Yesterday", episódio 18 da segunda temporada da série, uma mulher dá entrada no Seattle Grace após sofrer um acidente de carro, com suspeita de convulsões em virtude de epilepsia. No entanto, o caso passa bem longe disso. A paciente foi diagnosticada com um caso raro de múltiplos orgasmos espontâneos.

Zoanne Clack, produtora executiva de Grey's Anatomy – e médica –, contou em entrevista que a equipe havia lido um artigo em um jornal médico a respeito de uma mulher que pretendia fazer uma cirurgia porque tinha orgasmos espontâneos. A condução da equipe de roteiristas foi feita de maneira a encaixar a história da moça na trama da série de modo que fizesse sentido.

2. O homem grávido (2ª temporada, episódio 7)

Outro caso retratado na série médica possui relação direta com estudos conduzidos pela equipe de consultoria do programa. A ideia, que partiu da equipe de roteiristas, era retratar um homem que tivesse positivado para a gravidez. A solução encontrada foi recorrer a um tumor raro chamado teratoma.

O teratoma secreta no organismo humano o hormônio gonadotrofina coriônica humana (hCG), presente em grandes concentrações no início da gestação, o que o torna um excelente marcador para testes de gravidez. Esse tumor é bastante raro, mas serviu de inspiração para a elaboração do episódio.

3. Homem com um peixe no pênis (3ª temporada, episódio 21)

Em "Desire", 21º episódio da terceira temporada do programa, mais um relato de caso lido em jornal médico serviu de inspiração para o time de redatores. A equipe de consultoria encontrou a história de um peixe de origem amazônica que segue o fluxo de urina para o pênis e pode entrar na uretra. Homens, fiquem tranquilos que os casos são bem raros.

Curiosamente, a ideia para este episódio de Grey's Anatomy surgiu antes da equipe conseguir fundamentá-lo. Por esta razão, ficou guardado durante toda a primeira e segunda temporadas. Ao se deparar com o relato de um homem que passou por este problema ao urinar em um rio na região amazônica, levaram o episódio a cabo.

4. A garota que viveu sem coração (6ª temporada, episódio 10)

Episódio de Ação de Graças, "Holidaze" contou, entre outras coisas, a história da personagem interpretada por Danielle Panabaker, que sofria de problemas cardíacos e foi mantida viva com uso de uma máquina, capaz de bombear o sangue por seu corpo. O equipamento ajudou que ela aguardasse o transplante do novo coração.

A trama foi parcialmente inspirada na história da adolescente norte-americana D’Zhana Simmons. A jovem de apenas 14 anos não contou com uso de um equipamento eletrônico, tampouco esperou pouco tempo. Através de bombeamento artificial, D'Zhana foi mantida viva por 118 dias, até que um segundo transplante fosse realizado.

5. O rapaz com o corpo preso no cimento (4ª temporada, episódio 17)

Na segunda parte de "Freedom", episódio final da quarta temporada, um rapaz dá entrada no Seattle Grace com o corpo totalmente coberto de cimento. A ideia para este capítulo partiu da própria criadora da série médica, Shonda Rhimes. O time de consultores passou semanas pesquisando em periódicos médicos relatos semelhantes à ideia proposta por Shonda.

O máximo que encontraram foram histórias de pacientes que tiveram partes – braços e pernas, especialmente – cobertas por cimento. Desta forma, adaptaram o episódio levando em consideração os efeitos relatados. Este capítulo foi pensado para reunir todos os personagens.

6. Homem engoliu 10 cabeças de boneca Judy (2ª temporada, episódio 2)

"Enough is Enough" é o episódio do seriado que traz um dos casos mais cômicos de todas as 18 temporadas. Nele, um homem é admitido como paciente do Seattle Grace por ter feito a indigestão de nada menos que 10 cabeças de boneca Judy, uma antiga e tradicional boneca dos Estados Unidos, semelhante a Barbie.

Para criar o episódio, a equipe de roteiristas contou com suporte dos consultores do programa, que levantaram em periódicos médicos histórias de pacientes que foram internados pela ingestão de objetos estranhos. A escolha recaiu sobre as cabeças por conferirem um ar cômico à situação.

7. O "homem-árvore" (7ª temporada, episódio 3)

Em "Superfreak", terceiro episódio da 7ª temporada, um dos casos reais em Grey's Anatomy mais bizarros foi ao ar. A equipe de consultoria teve acesso ao caso de um jovem indiano cuja doença fazia crescer em suas mãos algo semelhante a galhos de árvores.

A equipe precisou conversar com especialistas, já que a característica da doença envolvia o isolamento em uma vila remota, sem acesso a cuidados. Para compor o episódio, o personagem ganhou a história de ser um homem recluso. O capítulo é recordado por todo fã do programa.

Você assistiu algum desses? Apostamos que nunca imaginou que ele era baseado em fatos reais, né? Compartilhe o conteúdo em suas redes sociais e mostre para o mundo esses casos realmente bizarros!