Esquadrão Suicida: James Gunn já trabalha em nova série derivada do filme

Imagem de: Esquadrão Suicida: James Gunn já trabalha em nova série derivada do filme
Imagem: HBO Max

Em entrevista ao Deadline, James Gunn revelou que O Esquadrão Suicida deve ganhar uma nova série derivada no HBO Max, resultado do sucesso de Pacificador. “Estamos trabalhando em um outro projeto voltado para a TV que será conectado com o universo do filme, mas não posso dar mais detalhes”, comentou o diretor e destacou que ainda não é algo já roteirizado, mas encontra-se um fase inicial de desenvolvimento.

Durante a conversa, o site não conseguiu extrair nenhuma informação em relação ao possível personagem central do vindouro título misterioso, mas o cineasta adicionou que a atração não deve ter tanta comédia quanto à estrelada por John Cena.

Sobre o seriado do anti-herói que busca a paz a qualquer custo, aliás, Gunn disse que “há uma chance muito boa [de ser renovado para uma 2ª temporada]”.

“Somos o maior show do mundo agora. A série está indo extraordinariamente bem e estamos empolgados, todos gostamos de fazer isso, só precisamos cruzar alguns ‘Ts’ e pontilhar alguns ‘Is’, o que depende basicamente de mim”, destacou ao falar sobre os números de audiência de Pacificador e da confiança que ganhou do streaming.

Vem aí: James Gunn está trabalhando em nova série derivada de O Esquadrão SuicidaVem aí: James Gunn está trabalhando em nova série derivada de O Esquadrão SuicidaFonte:  IMDb 

A ideia em fazer a primeira série derivada do longa centrado na equipe de vilões da DC surgiu da mente de Gunn no início da pandemia, enquanto ainda finalizava a edição do filme. “Eu estava começando a ficar entediado, porque estava em casa, deprimido e com muita ansiedade, como muitos de nós naquela época e ainda hoje. Eu precisava de algo para cuidar de mim e me acalmar”, disse.

Ele também lembrou em como a pandemia influenciou no lançamento de O Esquadrão Suicida e seu consequente desempenho, pois soltar um filme no streaming no mesmo dia em que entrava em exibição nos cinemas (nos EUA) não era algo inicialmente parte da estratégia da Warner.

“Eu não estava feliz com o fato de o longa ir para a TV [nesse formato], então foi uma decisão difícil. [Entretanto], pelo bem de Pacificador, estou muito feliz: a série conseguiu mais assinantes para o HBO Max. Funcionou muito bem”, completou.