Round 6: 6 jogos que estariam em uma versão brasileira da série

Imagem de: Round 6: 6 jogos que estariam em uma versão brasileira da série
Imagem: Netflix

A série Round 6 (Squid Game, no original) continua fazendo grande sucesso na Netflix. A produção sul-coreana aborda uma competição eletrizante, na qual há um prêmio gigantesco em dinheiro disputado pelos participantes. Mas você já reparou que todos os jogos apresentados ao longo dos episódios são baseados em brincadeiras típicas do país asiático?

Nesse sentido, vamos imaginar que o reality show fictício proposto na série acontecesse no Brasil. Dessa maneira, as brincadeiras que seriam apresentadas estariam totalmente ligadas ao nosso contexto, certo?

Por esse motivo, selecionamos algumas das brincadeiras mais populares em nosso país e que, com certeza, marcaram a infância de diversas pessoas para que imaginemos elas em um hipotético Round 6 brasileiro.

Confira!

6. Amarelinha

(iStock Photo/Reprodução)(iStock Photo/Reprodução)Fonte:  iStock Photo 

Embora não seja uma brincadeira inventada em nosso território, levando em consideração que há registros do jogo na Roma antiga, muitas crianças de nosso país se divertiram bastante em diversos lugares com poucos elementos, afinal, para brincar com a amarelinha, geralmente, é necessário apenas algo para desenhá-la no chão.

Com um giz, por exemplo, os jogadores podem riscar o trajeto e, com ele mesmo, jogá-lo em uma das casas para atravessar o caminho e aumentar o desafio. Sem dúvidas, ao repaginar a ideia em uma competição mortal como a vista na série, as coisas poderiam ficar ainda mais complexas e emocionantes.

5. Pega-Pega

(Netflix/Reprodução)(Netflix/Reprodução)Fonte:  Netflix 

Quem nunca brincou de Pega-Pega na escola ou na rua com os amigos? Esse jogo é bastante simples e consiste em um grupo de pessoas que está disposta por um campo, no qual o pegador é responsável por eliminar todos os outros.

Além disso, nessa modalidade ainda podem existir lugares para se salvar momentaneamente, os famosos piques, e também pegadores que transferem seu poder a quem é pego. Em um desafio como esse, Round 6 ganharia nuances ainda mais interessantes em seu contexto geral.

4. Dança das Cadeiras

(Netflix/Reprodução)(Netflix/Reprodução)Fonte:  Netflix 

Em uma competição acirrada, nada melhor do que um jogo no qual os participantes precisam lutar por sua permanência e espaço, marcando território com um objeto específico que não existe para todos os concorrentes.

A famosa dança das cadeiras coloca os jogadores dançando em círculos em volta desses objetos, organizados em fileiras dispostas lado a lado com seus assentos alternados. Quando a música é interrompida, todos precisam se sentar. A cada eliminação, uma cadeira é retirada e o vencedor é definido quando restarem apenas dois jogadores e um deles conseguir se sentar na última cadeira disponível.

3. Jogo da Velha

(Netlfix/Reprodução)(Netlfix/Reprodução)Fonte:  Netlfix 

Assim como o fatídico Jogo da Lula, apresentado em Round 6, o Jogo da Velha poderia ser uma possibilidade interessante se a competição fictícia acontecesse no Brasil, levando em consideração toda a tradição que essa brincadeira tem com diversas pessoas.

Nesse game, jogado por duas pessoas, o combate é certeiro, com cada participante assumindo um lado e enfrentando uma arena em que vence aquele que completar seu símbolo primeiro em diagonal, horizontal ou vertical. Para se tornar uma modalidade cheia de perigo mortal, possivelmente, poderiam ser adicionadas algumas surpresas aos competidores durante o andar do jogo.

2. Batata-Quente

(Netflix/Reprodução)(Netflix/Reprodução)Fonte:  Netflix 

As aulas de educação física no Brasil não seriam as mesmas se não existisse esse jogo cheio de fôlego. Em um círculo, diversas pessoas são colocadas lado a lado. Um outro participante corre em volta desse mesmo círculo com uma bola enquanto todos cantam “batata quente, quente, quente, quente [...]” até que a bola seja colocada atrás de uma das pessoas que está sentada no círculo.

Esse participante escolhido deve pegar a bola e correr em direção ao pegador para queimá-lo e deverá fazer isso antes que ele tome seu lugar, se não, ele é quem deverá escolher alguém para desafiar com a bola. Com altas doses de tensão, é uma brincadeira perfeita para ser reinventada em uma versão brasileira de Round 6, principalmente por conta do elemento literal de seu título, o que renderia muita adrenalina aos competidores.

1. Queimada

(Netflix/Reprodução)(Netflix/Reprodução)Fonte:  Netflix 

Para fechar a lista, não poderíamos deixar de lembrar da famigerada Queimada, na qual dois times bem distintos precisam escapar de todos os perigos que uma bola pode causar. Em uma arena, os competidores estão cercados de adversidades, sobretudo porque ambos os times são organizados entre queimadores e reservas. Conforme o jogo avança e os participantes vão sendo queimados, esses mesmos são enviados para a reserva, onde também poderão queimar seus adversários.

Assim como na série da plataforma de streaming, essa modalidade bastante difundida pelos brasileiros desde a infância seria uma excelente escolha para a versão nacional da competição, sobretudo por todas as possibilidades criativas verdadeiramente aterrorizantes que ela poderia causar. Muita tensão seria vista em cena, mostrando que nem sempre é bom ser queimado por uma bola.

Agora que já citamos algumas brincadeiras tipicamente brasileiras para uma nova versão de Round 6, nos diga: qual jogo ficou de fora e deveria estar incluso nessa lista se a série fosse brasileira? Não deixe de comentar!

Fontes