O novo Security Essentials já está disponível no Brasil em versão Beta. O Baixaki colocou o antivírus da Microsoft à prova novamente e os resultados você confere agora!

Em novembro de 2009, o site AV-Comparatives testou 16 antivírus gratuitos e apontou o Security Essentials como a melhor opção. Todos os resultados você confere clicando aqui.

Além desse teste, a primeira versão do Security Essentials foi analisada também pela equipe Baixaki e se saiu muito bem, com leveza e eficiência, como você confere neste artigo.

Será que o antivírus da Microsoft vai continuar no topo com uma nova versão? Vamos aos testes!

A máquina utilizada

Testamos o Essentials em um PC com Windows Vista com Service Pack 2 instalado, processador AMD Athlon Dual Core de 2.30 GHz e 2 GB de memória RAM.

Download e instalação

O arquivo de download do antivírus é bem pequeno: 8 MB, um dos menores entre os gratuitos. A instalação não é demorada e nela já é possível integrar o Essentials ao firewall do Windows, uma novidade da versão 2.0.

Instalação do MSE.

Ao concluir a instalação, o antivírus busca atualizações automaticamente e o usuário pode já verificar o computador por ameaças já existentes. Lembre-se de que essa é a verificação rápida, e não a completa.

Durante a verificação rápida inicial, o Essentials usou em média 30% da capacidade do processador e cerca de 60 MB da memória RAM, de acordo com o Gerenciador de tarefas do Windows. O scan não demorou mais que 10 minutos.

Desempenho

Realizamos alguns testes com o Micosoft Security Essentials 2.0 para termos melhor noção da capacidade do antivírus.

Velocidade de verificação

A verificação rápida não chega a 10 minutos, mas a verificação completa sempre demora mais. O MSE verificou a máquina completamente em 1 hora e 33 minutos. Em comparação com a análise que fizemos da primeira versão, o antivírus está mais rápido. Naquele teste, em um equipamento semelhante, a verificação completa demorou 1 hora e 50 minutos.

Tempo de verificação.

Memória

Durante a varredura completa, verificamos a média de uso de processador e memória do computador. O Essentials começou bem leve, com cerca 20% de uso de processador e 30 MB de memória, mas depois a média aumentou e o programa alcançou picos de 50% e 96 MB.

Com a proteção em tempo real, o Essentials praticamente não usa o processador, mas usa cerca 50 MB de memória.

Na média, o Essentials está um pouco mais exigente que sua versão anterior, mas ainda está consideravelmente mais leve que o Kaspersky, por exemplo.

Detecção e remoção de vírus

Utilizamos arquivos já infectados e amostras colhidas da internet a partir de sites destinados exatamente para testes de softwares antivírus. Foram cinco arquivos no formato ZIP infectados com trojans, backdoors e worms para este teste.

Baixamos os arquivos e os colocamos na Área de trabalho. Quando tentamos extrair o conteúdo, o Essentials entrou em ação, identificou todos os cinco e conseguiu eliminar todos os perigos: 3 worms, 2 trojans e 2 backdoors.

Os cinco arquivos infectados foram identificados.

A verificação rápida do Essentials também identificou e removeu todos os cinco arquivos infectados.

Extras e configurações

O MSE se integra ao menu de contexto do Windows Explorer para verificar arquivos manualmente. Assim, basta clicar com o botão direito do mouse sobre um arquivo e selecionar "Verificar com Microsoft Security Essentials" para fazer o scan.

Integração com o menu de contexto.

O antivírus também tem verificação agendada com opção de atualizar os bancos de dados antes de iniciar. No entanto, não há opção de desligar o computador após a verificação.

As ações que o Essentials deve tomar sempre ao identificar alguma ameaça podem ser definidas pelo usuário. Cada tipo de alerta pode ter uma resposta definida do antivírus. Mesmo assim, se o usuário preferir, as ações padrão do antivírus são pré-definidas.

Hoje em dia, a proteção em tempo real é indispensável, e o MSE tem esse tipo já habilitado. As configurações permitem verificar arquivos baixados, anexos de email e monitorar arquivos em diferentes níveis.

Configurações da proteção em tempo real.

Avançados

As configurações avançadas do MSE permitem verificar arquivos mortos, como compactados e no formato CAB. Também é possível habilitar a verificação de discos removíveis e criar um ponto de restauração do sistema.

SpyNet

SpyNet é uma comunidade da Microsoft que tem dois objetivos principais: ajudar o usuário a responder diante de diferentes ameaças e também a enviar informações anônimas, para a Microsoft aprimorar o banco de dados de detecção de vírus.

Conclusões

O Baixaki tem um texto especial que lista várias características que fazem de um antivírus um bom guardião para um computador. As mais importantes são: identificação de vários tipos de malware, proteção em tempo real, agendamento, verificação de mídias removíveis, proteção em emails, criação de disco de boot, pouco uso de memória, atualizações frequentes, anti-rootkit e cuidado com falsos positivos. Clique aqui para ler o artigo que fala sobre o que um antivírus precisa ter para ser eficiente.

Levando em consideração esses atributos, o ponto mais fraco do MSE é a falta de integração com serviços e softwares gerenciadores de email. O Essentials não detecta nem intercepta mensagens perigosas. No entanto, a proteção em tempo real vasculha arquivos anexos e baixados.

Apesar de identificar tipos diferentes de malware (entenda o conceito de malware e os diferentes tipos de ameaças com este artigo), o MSE não tem atenção especial contra rootkits, um tipo de malware dos mais perigosos.

Um resumo da análise do Baixaki.

Microsoft Security Essentials continua uma trilha de sucesso que começou em 2009. Apesar de um pouco mais pesada do que a versão anterior em termos de processador e memória, a versão 2.0 ainda é uma das mais leves entre os antivírus gratuitos e interfere pouco ou quase nada no desempenho da máquina. É claro que a verificação completa é uma exceção, um procedimento que exige paciência, como qualquer antivírus.

Testar a eficiência de um antivírus pode ser controverso, mas uma coisa é possível garantir: o antivírus está melhor de uma maneira geral, mais rápido, com mais poder de fogo contra diversas pragas e eficiente. Além disso, a integração com o firewall do Windows aumenta esse poder. Claro que não quer dizer que ele é totalmente confiável, mas ele não se mostrou inferior a vários concorrentes gratuitos de peso.

Apesar de Beta, o Essentials não demonstrou, em nenhum momento, problemas de execução e bugs. Se a primeira versão era uma promessa, os testes feitos mostram que este antivírus já é uma realidade baseada na simplicidade, facilidade de uso e eficiência.

Lembre-se: não confie cegamente em um antivírus, seja ele qual for. Faça a sua parte, evite riscos desnecessários. A combinação usuário + software é a maior garantia de segurança que você pode ter!

Cupons de desconto TecMundo: