Uma alternativa para quem não quer gastar tanto para adquirir um smartphone moderno, as versões “mini” de aparelhos top de linha estão perdendo espaço no mercado. Segundo fontes ouvidas pelo site DigiTimes, o principal motivador do declínio é o fato de que os consumidores não estão considerando vantajosa a relação entre custo e desempenho desse tipo de dispositivo.

Mesmo os dispositivos que decidiram abandonar o termo “mini” foram afetados pela mudança do mercado. Entre os gadgets que devem ter vendas abaixo do esperado estão o LG G3 Beat (correspondente ao LG G3) e o Xperia Z1 Compact — no caso, o smartphone da Sony se diferencia por manter o mesmo hardware de seu “irmão mais velho”, mas com tamanho e resolução de tela (e pela duração de sua bateria) diferentes.

Parte do problema se deve ao fato de que esses aparelhos costumam custar entre US$ 400 e US$ 500, enquanto produtos semelhantes de fabricantes chineses são disponibilizados por US$ 150 a US$ 200. Além disso, a expansão no tamanho das telas incorporadas pelas empresas do setor está distorcendo o que os consumidores consideram um aparelho “mini”.

Cupons de desconto TecMundo: