Elon Musk é convidado a explicar compra do Twitter no Reino Unido

1 min de leitura
Imagem de: Elon Musk é convidado a explicar compra do Twitter no Reino Unido
Imagem: Wikimedia Commons/Steve Jurvetson
Avatar do autor

Um parlamentar do Reino Unido convocou o empresário Elon Musk, atual pessoa mais rica do mundo, a prestar um depoimento a respeito da recente compra do Twitter, em uma negociação que envolveu US$ 44 bilhões.

O convite partiu de Julian Knight, que é também presidente do Comitê de Assuntos Digitais, Cultura, Mídia e Esportes (DCMS) da Câmara dos Comuns. Musk, caso aceite a proposta, vai falar aos demais parlamentares sobre as intensões como dono da plataforma — como a verificação de usuários verdadeiros e outros recursos.

A ideia de Knight é passar novas leis na região relacionadas às plataformas digitais e "resgatar a confiança do público" nas redes. A presença de Musk seria uma forma de ajudar a incrementar esses projetos e alinhar as estratégias do governo com a empresa.

Debate público

"Eu, portanto, gostaria de aproveitar a oportunidade para convidá-lo a falar em nosso comitê e discutir nossas propostas em maior profundidade. Eu sei que você expressou seu desejo de que críticos permaneçam no Twitter e essa pode ser uma oportunidade para expressar qualquer crítica em público", diz ainda a carta.

Musk, entretanto, não é obrigado a aceitar o convite. Como lembra a CNBC, o CEO da Meta e do Facebook, Mark Zuckerberg, recebeu uma convocação parecida ainda em 2018 e não compareceu. Até o momento, Musk não comentou a solicitação, que foi enviada formalmente em 29 de abril deste ano. Você pode ler a carta na íntegra (em inglês) clicando aqui.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.