Anatel apreendeu 3,3 milhões de produtos irregulares em 2021

1 min de leitura
Imagem de: Anatel apreendeu 3,3 milhões de produtos irregulares em 2021
Imagem: Anate/Divulgação

Mais de 3,3 milhões de aparelhos não homologados foram retirados de circulação ao longo de 2021 em todo o Brasil, pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), conforme balanço divulgado na sexta-feira (21). As apreensões foram resultados das operações ligadas ao Plano de Ação de Combate à Pirataria (PACP) do órgão.

Segundo a agência reguladora, a maior parte dos produtos piratas apreendidos é classificada como equipamentos de radiação restrita. Nesta categoria, estão itens como fones de ouvido, caixas de som, mouse sem fio, teclado sem fio, relógios inteligentes e microfones.

Os dispositivos incluídos na classificação somaram mais de 1 milhão de itens embargados, seguidos pelos carregadores, com mais de 951 mil unidades retiradas de circulação. Os smart TV boxes, utilizados para acessar canais fechados e serviços de streaming ilegalmente, também aparecem em destaque, com 805 mil aparelhos confiscados.

Parte das apreensões da Anatel ocorreram em portos.Parte das apreensões da Anatel ocorreram em portos.Fonte:  Pixabay 

Na lista, há ainda itens como equipamentos ópticos (231 mil), decodificador de TV por assinatura (168 mil), cabo óptico (35 mil), baterias (32 mil), reforçador de sinal (15 mil), equipamento de rede de dados (7 mil), antenas (5 mil) e cabo metálico (2 mil). Por outro lado, o baixo número de celulares irregulares chama a atenção, com apenas 282 unidades.

Quantia milionária

Nas ações do PACP realizadas durante os últimos 12 meses, a maioria dos produtos apreendidos (2,9 milhões) estava em locais como centros de distribuição dos Correios, couriers, portos e aeroportos. O levantamento apontou ainda que todos os aparelhos confiscados foram avaliados em cerca de R$ 393 milhões.

Desde a criação do programa de combate à pirataria da Anatel, em 2018, mais de 4,2 milhões de equipamentos de telecomunicações não homologados foram apreendidos, lacrados ou retidos pela agência. Esse montante representa um valor estimado de R$ 475,8 milhões.

As operações do projeto ficaram mais expressivas a partir do segundo semestre de 2020, quando a agência passou a contar com um apoio maior da Receita Federal.

Veja lista de produtos apreendidos e valores

ItemUnidadesValor
Antenas5.006R$ 126.100
Baterias32.578R$ 121.015
Bloqueador de sinal/jammer82R$ 85.850
Cabo metálico2.626R$ 247.006
Cabo óptico35.001R$ 900.200
Carregadores951.906R$ 15.112.158
Celulares282R$ 253.452
Decodificador de TV paga168.432R$ 92.498.985
Equipamento de radiação restrita1.025.321R$ 60.729.579
Equipamento de rede de dados7.777R$ 366.093
Equipamento óptico231.381R$ 2.166.207
Reforçador de sinal15.055R$ 1.493.000
SmarTV box805.056R$ 215.111.612
Outros61.437R$ 4.724.688
Total3.341.940R$ 394.232.989
News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.