TV Box mais vendida do Brasil possui malware, diz Anatel

1 min de leitura
Imagem de: TV Box mais vendida do Brasil possui malware, diz Anatel
Imagem: Reprodução: Jonas Leupe/Unsplash
Avatar do autor

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em parceria com a Associação Brasileira de Televisão por Assinatura (ABTA), encontrou um malware no HTV, a TV Box pirata campeã de vendas no Brasil. A ação é do Grupo de Trabalho TV Box, elaborado pela Anatel para analisar os aparelhos de IPTV disponíveis no país.

O site Tele.Síntese obteve uma entrevista exclusiva com Wilson Wellisch, superintendente de fiscalização da Anatel. Segundo as descobertas, o HTV possui um software malicioso que se conecta a um servidor desconhecido sem a permissão do usuário.

HTV

Além disso, os dados dos usuários são enviados para esse servidor sem qualquer consentimento. Essas informações são capturadas em todas as etapas da transmissão do conteúdo — que nada mais é do que uma redistribuição ilegal da programação de TV por assinatura.

Qual o problema?

O malware analisado pelo Grupo de Trabalho TV Box possui a capacidade de assumir o controle do aparelho HTV, ainda que isso não aconteça. De acordo com Wilson Wellisch, ele se conecta a uma botnet que pode executar ataques DDoS — uma operação mal-intencionada capaz de tornar um serviço indisponível.

"Verificamos a possibilidade, por meio de um servidor de comando e controle, de o botnet assumir o controle do TV Box e de fazer ataques DDoS. Como há muitos desses equipamentos distribuídos, podem ser utilizados para derrubar sites, inclusive de serviços públicos", disse Wellisch ao Tele.Síntese.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.