Apple terá pagamentos alternativos na App Store na Coreia do Sul

1 min de leitura
Imagem de: Apple terá pagamentos alternativos na App Store na Coreia do Sul
Imagem: Pixabay/390097/Reprodução
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Apple permitirá, pela primeira vez, sistemas alternativos de pagamento na Coreia do Sul, de acordo com uma nova Lei de Negócios de Telecomunicações do país, aprovada em setembro de 2021. A legislação ficou popularmente conhecida como “lei anti-Google” e proíbe os operadores de lojas de aplicativos de forçar seus próprios sistemas de pagamento.

A fabricante de iPhones planeja fornecer um sistema de pagamento alternativo a uma taxa de serviço reduzida em comparação com a taxa atual de 30%, segundo planos apresentados pela gigante de tecnologia para a Korea Communications Commission (KCC).

A empresa não forneceu a data exata de quando a política entrará em vigor ou a taxa de serviço a ser aplicada, mas disse que planeja discutir mais detalhes com o órgão regulador. “Estamos ansiosos para trabalhar com a KCC e nossa comunidade de desenvolvedores em uma solução que beneficie nossos usuários coreanos”, disse a Apple em comunicado.

Lei anti-Google

Lojas de aplicativos da Google e Apple terão de se adaptar a nova lei sul-coreana. (Fonte: Flickr/Yun Ho LEE/Reprodução)Lojas de aplicativos da Google e Apple terão de se adaptar a nova lei sul-coreana. (Fonte: Flickr/Yun Ho LEE/Reprodução)Fonte:  Flickr/Yun Ho LEE/Reprodução 

O órgão alerta que os operadores de lojas de aplicativos enfrentarão uma multa por forçar os desenvolvedores a usar seus próprios sistemas de pagamento no aplicativo. A Coreia do Sul foi o primeiro país a introduzir essas restrições nas políticas de cobrança no aplicativo dos gigantes globais.

A Apple e o Google são conhecidas por cobrar altas taxas de comissão dos desenvolvedores para a venda de aplicativos nas lojas oficiais. As duas empresas já foram, inclusive, processadas por proibir os desenvolvedores de implementar seus próprios sistemas de pagamento em aplicativos.

Em novembro do ano passado, o Google se comprometeu a fornecer um sistema de pagamento alternativo em sua loja de aplicativos na Coreia do Sul com uma taxa de serviço ligeiramente reduzida em um aparente movimento para cumprir a nova lei do país. A empresa ainda não divulgou detalhes de seus planos para tornar isso possível.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.