Serviços da Apple representam metade do valor da companhia

1 min de leitura
Imagem de: Serviços da Apple representam metade do valor da companhia
Imagem: Pixabay/Hands off my tags! Michael Gaida/Reprodução
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

O setor de serviços representa metade do valor da Apple e foi avaliado em US$ 1,5 trilhão por Daniel Ives, um analista de tecnologia com experiência de duas décadas na bolsa de Wall Street. Ou seja, o segmento é responsável por praticamente metade do valuation da companhia, que já ultrapassou US$ 3 trilhões.

Até 2024, a receita anual do setor de serviços deve alcançar US$ 100 bilhões, fortalecido por seu ecossistema de hardware, liderado pelo iPhone 13.

O relatório do analista divulgado pelo blog Philip Elmer-DeWitt, indica que houve um aumento de demanda pelo iPhone 13 durante o mês de dezembro e pode haver um déficit de 12 milhões de unidades do smartphone por conta de dificuldades na cadeia de suprimentos. Mas a situação deve se equilibrar ao longo do primeiro semestre de 2022.

Serviços da Apple

iPhone e Apple Watch podem impulsionar serviços da companhia liderada por Tim Cook. (Fonte: Pixabay/Florian Media/Reprodução)iPhone e Apple Watch podem impulsionar serviços da companhia liderada por Tim Cook. (Fonte: Pixabay/Florian Media/Reprodução)Fonte:  Pixabay/Florian Media/Reprodução 

A Apple está expandido o seu setor de Serviços com um novo ciclo de produtos. O lançamento do Fitness+, disponível para usuários do Apple Watch, em mais países faz parte da expansão. O vestível também pode ganhar uma versão voltada para atletas, ganhando ainda mais espaço no mercado. Para 2022, também é esperado o lançamento do iPhone 14.

Existem ainda rumores sobre novos wearables como um dispositivo de realidade aumentada (AR) e realidade virtual (RV), que pode reforçar a presença da Apple no metaverso.


News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.