MWC 2022 deve ser presencial mesmo com riscos da Ômicron

1 min de leitura
Imagem de: MWC 2022 deve ser presencial mesmo com riscos da Ômicron
Imagem: GSMA
Avatar do autor

O aumento mundial de casos positivos de covid-19 em consequência do espalhamento da variante Ômicron não deve mudar os planos de realização da MWC 2022, edição deste ano da maior feira de tecnologia mobile do mundo.

De acordo com a GSM Association, responsável pela organização do Mobile World Congress, o evento na cidade de Barcelona segue confirmado normalmente em formato presencial, entre os dias 28 de fevereiro e 3 de março.

"O planejamento para a MWC segue dinâmico, dadas as circunstâncias globais em constante mudança. Nós continuamente respondemos às últimas informações disponíveis de fontes oficiais e adaptamos nossos planos de acordo com elas. Nossas equipes estão ocupadas preparando a MWC Barcelona (...) e encorajamos você a checar o nosso site por todas as informações necessárias ao planejar uma experiência segura", disse a associação ao site TechRadar.

Cancelamentos

A temporada de eventos presenciais no mercado da tecnologia segue ameaçada pela nova onda de casos e duas consequências já foram sentidas. Agora em janeiro, a CES 2022 passou por várias desistências de última hora de empresas e veículos de imprensa — e até cortou um dos dias de exibição para reduzir os riscos de contaminação. A E3 2022, mesmo programada apenas para o fim do primeiro semestre, já cancelou a edição presencial.

A própria MWC já teve que se readequar duas vezes por causa da covid-19: a edição de 2020 foi cancelada logo no início da pandemia, enquanto a 2021 foi realizada na metade do ano e com menos participantes que o normal.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.