Ministro das Comunicações tenta trazer Starlink para a Amazônia

1 min de leitura
Imagem de: Ministro das Comunicações tenta trazer Starlink para a Amazônia
Imagem: José Cruz/Agência Brasil
Avatar do autor

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, está nos Estados Unidos para visitar a fábrica da agência de exploração espacial SpaceX. O objetivo é fechar uma parceria com o CEO da companhia, Elon Musk, e ampliar a oferta de sinal de internet no Brasil.

Segundo o jornal Folha de São Paulo, Faria conheceu uma das unidades da SpaceX na segunda-feira (15) e vai se encontrar com Musk hoje. O ministro pretende convencer o empresário a utilizar a constelação de satélites Starlink para garantir conexão estável e rápida na Amazônia, em comunidades indígenas e escolas rurais, além de outras localidades remotas do país. No caso da área de floresta, a ideia seria utilizar a conexão inclusive para monitoramento ambiental.

Além da SpaceX, a empresa britânica OneWeb também foi visitada por Faria. Após superar uma crise financeira, ela voltou a oferecer serviços de rede e também já possui satélites orbitando o planeta, capazes de garantir sinal estável de internet. Por enquanto, ambas as marcas ainda não tiveram a licença aprovada para atuar no país, mas o processo já está em andamento pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Investimentos

Constantemente visíveis no céu de cidades brasileiras, os satélites da Starlink ainda geram algumas preocupações de órgãos reguladores e militares. Com previsão de lançamento para 2022, a segunda geração dos satélites deve garantir uma conectividade ainda mais potente.

Vale lembrar que o Brasil realizou no início do mês o leilão de frequências do 5G, que incluiu a venda de lotes com a obrigação de implementação do 4G em regiões ainda não cobertas, o que inclui setores rurais e rodovias.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.