Apps começam a planejar novas formas de pagamento no iOS

1 min de leitura
Imagem de: Apps começam a planejar novas formas de pagamento no iOS
Imagem: Apple
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Desenvolvedores de aplicativos com versão para iOS já estão em busca de uma adequação às futuras novas políticas da App Store que reduzem a cobrança de taxas por parte da empresa.

Segundo a CNBC, diversas empresas especializadas na construção de softwares com versão para dispositivos móveis estudam "opções" de indicar novas formas de pagamento que não passem pelo sistema da Apple.

Ainda não é possível saber quais formas serão aceitas pela empresa, mas diversas alternativas estão em fase preparação.

O que vai mudar?

No veredito do julgamento entre Apple e Epic Games, uma das decisões da juíza responsável pelo caso indica que a Maçã terá que liberar a inclusão de links em aplicativos e mensagens "indicando a existência de meios alternativos de pagamento" para além da própria App Store. Dessa forma, será possível instalar, assinar e usar normalmente os serviços sem depender das taxas da plataforma, que pode chegar a 30% das microtransações e assinaturas.

As medidas começam a valer a partir de 7 de dezembro de 2021, mas ainda não há detalhes práticos de como isso vai funcionar no iOS. Por isso, empresas com a Paddle estão bolando várias formas de direcionar o consumidor no app para um site que permite a solicitação da assinatura — algo que não era permitido até agora pela companhia.

O clique que abre uma aba no navegador é uma das possibilidades para assinaturas por fora da App Store.O clique que abre uma aba no navegador é uma das possibilidades para assinaturas por fora da App Store.Fonte:  CNBC 

Anteriormente, só era possível logar em uma conta já existente nos aplicativos (com todo o processo realizado em outro dispositivo ou via navegador) ou fazer o cadastro pela própria App Store, o que incluía o pagamento das taxas.

Vale lembrar que a Epic Games recorreu de algumas das decisões do veredito, o que significa que o processo em si ainda não acabou. Com isso, Fortnite ainda pode ficar anos fora da App Store.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes