Fortnite pode estar banido da App Store por mais 5 anos

2 min de leitura
Imagem de: Fortnite pode estar banido da App Store por mais 5 anos
Imagem: Epic Games/Divulgação
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Fortnite pode demorar anos até finalmente retornar ao iOS. A afirmação é de Tim Sweeney, CEO da Epic Games, em publicação no Twitter. Segundo ele, o popular battle royale pode levar anos até retornar à App Store.

"Ontem à noite, a Apple informou a Epic que Fortnite está na lista restrita do ecossistema da Apple até se exaurirem todos os apelos à corte", disse o CEO na rede social. Ele estima que tal decisão pode impedir o game de retornar ao iPhone, iPad e Mac por cerca de 5 anos.

Sweeney afirma que a Apple mentiu "para o mundo, para a corte e para a imprensa" quando disse anteriormente que o jogo seria bem-vindo de volta à App Store se a Epic aceitasse as regras da loja de aplicativos. Segundo ele, sua empresa teria aceitado os termos da Maçã, que agora teria voltado atrás em "outro abuso do seu poder de monopólio sobre um bilhão de usuários".



"Continuaremos lutando", prosseguiu o CEO quando afirmou que o game não deveria ser punido por "desafiar um acordo contendo termos que a corte julgou serem ilegais", fazendo referência aos termos de contrato da Apple com desenvolvedores que pedem acesso ao seu sistema.

No começo deste mês, o júri julgou o processo entre as empresas a favor da Maçã. A criadora do battle royale foi então condenada a pagar 30% do lucro das transações efetuadas nas versões do jogo para dispositivos da Apple entre agosto e outubro de 2020 e mais 30% da receita do game em suas versões para dispositivos iPhone, iPad e Mac entre novembro de 2020 e o final do julgamento.

Segundo mensagem de e-mail compartilhada por Sweeney, após a decisão do júri, sua empresa pagou um total de U$ 6 milhões e solicitou a reativação de sua conta de desenvolvedor.



A Apple teria negado a solicitação, alegando ter o direito contratual de fazê-lo, citando a decisão do tribunal que considerou justa a opção da Apple por banir a Epic Games da sua loja de apps após a empresa violar seus temos de serviço.

Até o momento não há qualquer confirmação do retorno do battle royale à App Store ou se o game está fora da plataforma para sempre.