Mercado de criptomoedas não pode ser destruído, afirma Elon Musk

1 min de leitura
Imagem de: Mercado de criptomoedas não pode ser destruído, afirma Elon Musk
Imagem: sergeitokamakov/Pixabay
Avatar do autor

“Destruir o mercado cripto é impossível”, afirmou o bilionário Elon Musk, durante o evento de lideranças tecnológicas Code Conference, realizado na terça-feira (28), em Beverly Hills, nos EUA. A declaração ocorreu quando a colunista do The New York Times Kara Swisher perguntava se o governo dos EUA deveria se envolver na regulamentação das criptomoedas. Musk não hesitou: "Eu diria: não faça nada!"

Embora não considere possível que as criptomoedas possam ser destruídas, o CEO e fundador da Tesla reconheceu que “é possível aos governos desacelerarem o seu avanço”. Entusiasta dos ativos virtuais, Musk afirmou que a sua natureza descentralizada pode representar um grande desafio até mesmo para o governo chinês, que declarou guerra ao cripto na última sexta-feira.

No início deste ano, a Tesla fez investimentos bilionários no Bitcoin e até liberou a venda de carros da marca com a moeda. No entanto, a empresa demonstrou preocupações ambientais com a mineração, o que movimentou o valor do ativo. Atualmente, o valor da moeda, que estava em alta, despencou novamente devido às incertezas do mercado.

Durante o evento, Musk admitiu não ser "um grande especialista" no assunto. “Acho que a criptomoeda tem algum valor, mas não diria que é a segunda vinda do Messias", brincou.

A guerra da China às criptomoedas

Fonte: Infomance/ReproduçãoFonte: Infomance/ReproduçãoFonte:  Infomance 

Comentando sobre a decisão da China, na semana passada, de proibir as transações com criptomoedas no país, Musk conjetura que o mercado cripto tem como meta justamente reduzir o poder de governos centralizadores, e “eles não gostam disso”, afirmou. O milionário também sugeriu que o motivo da “mão pesada” de Pequim pode estar ligado a “problemas significativos de geração de eletricidade” no país.

Para comprovar sua tese, ele explicou que "grande parte do sul da China agora está tendo interrupções de energia aleatórias porque a demanda é maior do que o esperado [...]. A mineração de criptomoedas pode estar desempenhando um papel nisso”. Não por acaso, o governo chinês conseguiu fechar neste ano os maiores projetos de mineração de bitcoins no país.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.