Musk diz que Tesla vai aceitar bitcoin de novo e criptomoeda sobe

1 min de leitura
Imagem de: Musk diz que Tesla vai aceitar bitcoin de novo e criptomoeda sobe
Imagem: Pixabay/Reprodução
Avatar do autor

O CEO da Tesla, Elon Musk, voltou a gerar um aumento no valor de mercado do bitcoin após mencionar negociações envolvendo a criptomoeda no Twitter.

Desta vez, o empresário citou que a montadora vai aceitar novamente a compra de veículos usando criptomoedas. A fala vem depois de uma confirmação de que elas estão consumindo aproximadamente 50% a menos de energia em mineração e com perspectivas melhores para o futuro.

No tweet, ele também se defendeu de críticas de que a Tesla vendeu toda a sua reserva de bitcoin para aproveitar um momento de alta. Segundo Musk, foi apenas 10% das reservas "para confirmar que ela poderia ser facilmente liquidada sem movimentar o mercado".

De acordo com a Reuters, a declaração foi vista com bons olhos pelo setor da criptomoeda: ela atingiu o valor de US$ 40 mil (cerca de R$ 202 mil em conversão direta de moeda) pela primeira em duas semanas, após um longo período de instabilidade. Só na manhã desta segunda-feira (14), o aumento registrado foi de 4,3%.

Brincando na rede

A criptomoeda caiu para menos de US$ 50 mil em abril e ainda não se recuperou, registrando uma nova queda considerável no mês seguinte. Ainda no final de maio deste ano, Musk fez uma reunião com mineradores de bitcoin e a moeda voltou a subir momentaneamente.

O anúncio de que a Tesla pararia de aceitar bitcoins para compra de carros e a notícia de que ela vendeu parte de suas reservas — algo desmentido mais tarde pelo CEO — também balançaram negativamente o valor da criptomoeda.

O grupo ativista Anonymous criticou as atitudes do executivo, que estaria "destruindo vidas" com o que eles chamaram de especulação financeira.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes

Musk diz que Tesla vai aceitar bitcoin de novo e criptomoeda sobe