Mercado Livre cresce 102% e atinge receita de US$ 1,7 bilhão

1 min de leitura
Imagem de: Mercado Livre cresce 102% e atinge receita de US$ 1,7 bilhão
Imagem: Reprodução/Reuters
Avatar do autor

Nessa quarta-feira (4), o Mercado Livre divulgou seus resultados financeiros referentes ao segundo trimestre de 2021, no qual experimentou forte crescimento. No total, destaca a companhia, o volume de vendas em sua plataforma alcançou US$ 7 bilhões (aumento de 46% na comparação anual) – e a receita líquida chegou a US$ 1,7 bilhão (alta de 102,6%).

A empresa comercializou 244,6 milhões de itens na América Latina (37% a mais em relação ao mesmo período de 2020), 125 milhões somente no Brasil (40% superior). Além disso, registrou 319,1 milhões de anúncios. Quanto à base de usuários únicos, aumentou 47,4%, atingindo 75,9 milhões. Apenas no Mercado Pago, o volume total de pagamentos atingiu US$ 17,5 bilhões – US$ 10,3 bilhões fora da plataforma do Mercado Livre.

"Acreditamos que nosso negócio está apresentando um impulso significativo, mesmo com fechamentos de varejo físico, e impactando positivamente para a retomada econômica da América Latina. A inovação, a velocidade de execução e a experiência do usuário, que está no centro de tudo o que fazemos, seguem fazendo a diferença", defende a empresa em comunicado.

"Esse desempenho se construiu a partir de um sólido primeiro trimestre que tivemos neste ano", complementa. O trimestre encerrou com um lucro de US$ 138,9 milhões antes da aplicação de impostos, crescimento de 55,5% em relação aos US$ 89,3 milhões apurados durante o segundo trimestre de 2020. Por sua vez, o lucro líquido foi de US$ 68,2 milhões.

Companhia divulgou dados financeiros do segundo trimestre de 2021.Companhia divulgou dados financeiros do segundo trimestre de 2021.Fonte:  Reprodução/Mercado Livre 

Mercado Pago avança no Brasil

Segundo a última pesquisa 2021 da eMarketer, três dos principais mercados do Mercado Livre – Brasil, Argentina e México – foram listados dentre os cinco principais de crescimento globalmente. As soluções logísticas, salienta a companhia, seguem propiciando prazos de entrega cada vez melhores nesses países.

A carteira do Mercado Crédito, indica a gigante, superou os US$ 800 milhões, valor quase cinco vezes maior quando comparado ao do segundo trimestre de 2020. Além disso, foram emitidos mais 4,2 milhões de cartões de crédito do Mercado Pago, habilitados para NFC, na América Latina – quase 3 milhões somente no Brasil.

Por fim, enfatiza a empresa, o Mercado Pago já corresponde a mais de um terço (34,4%) do faturamento do Mercado Livre no Brasil, e a operação em território nacional já representa 55,9% da receita líquida total da companhia.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.