YouTube Shorts pagará até R$ 50 mil mensais para criadores

1 min de leitura
Imagem de: YouTube Shorts pagará até R$ 50 mil mensais para criadores
Imagem: YouTube/Divulgação
Avatar do autor

Anunciado em maio, o fundo de recompensa do YouTube Shorts começou a distribuir recursos para criadores de conteúdos originais em formato curto nesta terça-feira (3). De acordo com o Google, uma quantia de US$ 100 milhões, o equivalente a mais de R$ 500 milhões pela cotação de hoje, está disponível para subsidiar a produção até o próximo ano.

Nova plataforma de vídeos curtos do YouTube, o Shorts é a aposta da gigante das buscas para concorrer com o TikTok. Para estimular a produção, o serviço pagará de US$ 100 a US$ 10 mil dólares (entre R$ 519 e R$ 51,9 mil) por mês para usuários que criarem conteúdos "populares, criativos e inovadores" para o serviço.

Todos os meses, milhares de criadores qualificados serão convidados para reivindicar um pagamento do YouTube Shorts Fund, segundo a companhia de Mountain View. Porém, os valores não são fixos, variando conforme o número de visualizações e o engajamento do público, entre outros fatores.

O Shorts foi lançado para concorrer com o TikTok.O Shorts foi lançado para concorrer com o TikTok.Fonte:  YouTube/Divulgação 

O fundo de recompensa faz parte de uma nova forma de monetização dos vídeos criados para o Shorts. Inicialmente, a novidade estará disponível nos Estados Unidos, Indonésia, Rússia, México, Nigéria, Reino Unido, Japão, Índia, África do Sul e Brasil, chegando posteriormente a outros mercados.

Requisitos para participar

Interessados em monetizar suas produções devem cumprir os requisitos para o fundo de recompensa do YouTube Shorts. As regras incluem idade mínima de 18 anos no caso do Brasil e o envio de pelo menos um vídeo curto original para a plataforma nos últimos 180 dias, entre outras exigências.

Os canais participantes não podem ter vídeos com marcas d’água ou logotipos de outras plataformas, conteúdos criados por terceiros nem partes não editadas de filmes ou programas de TV. Os critérios de qualificação são atualizados mensalmente, abrindo chances para quem não foi aprovado em um mês tentar, no próximo, entrar no programa.

A plataforma confirmou que entrará em contato com os primeiros criadores qualificados já na próxima semana, por meio do app, informando o valor do pagamento e os detalhes para resgatar a quantia. Os usuários deverão solicitar os valores até o dia 25 de cada mês, antes que o resgate perca a validade.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.