Amazon fatura US$ 113 bilhões, mas decepciona mercado

1 min de leitura
Imagem de: Amazon fatura US$ 113 bilhões, mas decepciona mercado
Imagem: Unsplash/Yender Gonzalez/Reprodução
Avatar do autor

A Amazon anunciou, nesta quinta-feira (29), que teve receita de US$ 113,08 bilhões entre abril e junho deste ano, o que significa um crescimento de 27% em relação ao mesmo período do ano passado. Durante o início da pandemia, no segundo trimestre de 2020, o faturamento tinha aumentado 41% na comparação ano a ano.

O lucro no último trimestre foi de US$ 7,8 bilhões, uma alta de 48,8% em relação ao ano passado. Apesar da alta, os números decepcionaram os investidores que esperavam um desempenho semelhante a outras gigantes da tecnologia, como Apple, Microsoft, Facebook e Google. As ações da companhia negociadas na Nasdaq caíram 7% após o anúncio do resultado financeiro.

O balanço reflete o último trimestre completo em que o fundador da Amazon, Jeff Bezos, comandava a companhia como CEO. No dia 5 de julho, o bilionário decidiu se dedicar mais a Blue Origin e passou a função para Andy Jassy, que liderava a divisão da Amazon Web Services (AWS), responsável pela computação em nuvem.

Destaques no balanço

Sob nova direção, resultados da Amazon devem crescer mais lentamente. (Fonte: Unsplash/Christian Wiediger/Reprodução)Sob nova direção, resultados da Amazon devem crescer mais lentamente. (Fonte: Unsplash/Christian Wiediger/Reprodução)Fonte:  Unsplash/Christian Wiediger/Reprodução 

O segmento de “outros”, composto principalmente vendas de serviços de publicidade, cresceu 87%, para US$ 7,91 bilhões. A receita de serviços de assinatura da Amazon atingiu US$ 7,92 bilhões, um aumento de 32%, uma categoria que inclui taxas de associação Prime com serviços de vídeo digital, audiolivro, música e e-book.

A AWS continuou a apresentar forte desempenho, à medida que as empresas aceleravam os planos de migração para a nuvem. O segmento registrou receita de US$ 14,8 bilhões no segundo trimestre, em comparação com US$ 10,8 bilhões no mesmo período do ano passado, um crescimento de 37%.

Desaceleração

A Amazon disse que espera que o aumento das vendas seja mais lento no terceiro trimestre do que nos últimos três meses, à medida que a empresa enfrenta um cenário de regulação das Bigs Techs e uma desaceleração do aumento de pedidos online, impulsionados há um ano por causa da pandemia.

Para o terceiro trimestre, a gigante do comércio eletrônico espera receita líquida entre US$ 106 bilhões e US$ 112 bilhões, representando um crescimento de 10% a 16% em comparação com o terceiro trimestre de 2020.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Categorias