Google, Apple e Amazon vão certificar dispositivos inteligentes

1 min de leitura
Imagem de: Google, Apple e Amazon vão certificar dispositivos inteligentes
Imagem: CNET/Reprodução
Avatar do autor

A Google, a Apple e a Amazon se uniram a uma aliança que vai começar a certificar os dispositivos domésticos inteligentes a partir deste ano. Formado em 2019, o grupo conta ainda com a participação de várias outras empresas de tecnologia que querem criar um padrão para o uso destes aparelhos nas casas conectadas.

Denominado “Matter”, o projeto pretende fazer com que lâmpadas inteligentes, fechaduras eletrônicas, termostatos e quaisquer outros dispositivos conectados estejam “falando a mesma língua”. Com o novo padrão, todos estes produtos serão compatíveis, independente da marca, deixando o usuário livre para escolher.

Os itens certificados pelo grupo deverão trazer, na embalagem, o logotipo do Matter, semelhante a um trio de setas com pontas arredondadas e apontando para a mesma direção. A presença da marca em um produto significa que ele é compatível com o Google Assistente, a Siri e a Alexa, além de outros assistentes virtuais.

Smart lâmpada com o logotipo da aliança.Smart lâmpada com o logotipo da aliança.Fonte:  CNET/Reprodução 

“Essa marca será uma mão amiga para se certificar de que você pode adicionar qualquer lâmpada inteligente, qualquer fechadura, qualquer coisa”, explicou o diretor da Connectivity Standards Alliance Tobin Richardson. O executivo por trás da criação do Matter disse acreditar que o logo do projeto se tornará onipresente como o símbolo do Wi-Fi.

Mudança de nome

Quando foi criada há cerca de dois anos, a aliança liderada pelas gigantes da tecnologia era chamada de Connected Home over Internet Protocol (CHIP). O projeto tem como foco melhorar a compatibilidade entre os ecossistemas utilizados para comandar as casas inteligentes.

O novo padrão vem sendo desenvolvido desde então para permitir controlar o aquecimento, a iluminação, as travas das portas e as câmeras, entre outros dispositivos, por meio de alto-falantes inteligentes. A tecnologia garante o funcionamento com qualquer um dos três principais assistentes de voz.

A expectativa é de que os primeiros acessórios certificados estejam disponíveis até o fim deste ano, mas ainda não há uma data específica para o lançamento.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.
Google, Apple e Amazon vão certificar dispositivos inteligentes