Enem Digital estreia com atraso no sistema e abstenção de 68,1%

1 min de leitura
Imagem de: Enem Digital estreia com atraso no sistema e abstenção de 68,1%
Imagem: Fernando Frazão/Agência Brasil
Avatar do autor

O primeiro dia de aplicação do Enem Digital terminou com uma abstenção de 68,1% dos candidatos inscritos. Ao todo, 93 mil pessoas deveriam comparecer aos locais de aplicação de prova, mas apenas 34.590 estudantes foram confirmados. Essa é a versão da prova feita em computador, aplicada em locais específicos e pré-determinados pelo Ministério da Educação (MEC).

Segundo o presidente do Inep, Alexandre Lopes, a pandemia da covid-19 é o fator principal que explica as faltas, já que o Enem tradicional também registrou um alto índice de ausentes nas semanas anteriores. Quem não compareceu ao local de prova por apresentar sintomas da covid-19 ou de outras doenças similares pode solicitar a reaplicação, que acontece entre os dias 23 e 24 de fevereiro de 2021.

Além das ausências, diversas localidade apresentaram problemas técnicos: o sistema demorou para liberar o acesso à prova para alguns candidatos por causa de um problema nos servidores do governo — as provas são enviadas antecipadamente para os computadores selecionados. Dependendo do caso e do tempo de atraso, esses participantes também devem participar da reaplicação.

Enem Digital

Essa foi a primeira aplicação do formato digital do Enem, ainda em um projeto piloto em poucas localidades. A ideia é que toda a aplicação da prova seja nesse formato até 2026.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.