Xiaomi supera Apple na venda de celulares, aponta Gartner

1 min de leitura
Imagem de: Xiaomi supera Apple na venda de celulares, aponta Gartner
Imagem: Xiaomi/Divulgação
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Publicado nesta segunda-feira (30), o relatório da empresa de consultoria Gartner trouxe dados sobre o mercado de smartphones no 3º trimestre de 2020. Mesmo com os reflexos da pandemia, o documento revela o crescimento da Xiaomi durante este ano.

Conforme as informações, a marca chinesa ocupa agora o terceiro lugar entre as maiores fabricantes de dispositivos móveis. Assim, os dados confirmam o que foi apresentado no relatório divulgado pela IDC no fim de outubro.

Gráfico de vendas de smartphones no 3º trimestre de 2020.Gráfico de vendas de smartphones no 3º trimestre de 2020.Fonte:  Gartner/Reprodução 

A análise da Gartner apresenta a Samsung liderando o ranking com mais de 80 milhões de unidades vendidas entre julho e setembro de 2020. Apesar de uma leve queda, a Huawei segue em segundo lugar com mais de 51 milhões de aparelhos comercializados.

Como dito, a Xiaomi aparece na terceira posição com mais de 44 milhões de dispositivos vendidos durante o período. Dessa forma, a fabricante superou a Apple em mais de 4 milhões de celulares vendidos globalmente.

Para os analistas, o motivo para o avanço da companhia chinesa são suas submarcas (Mi, Redmi e Poco). Apesar das dificuldades, principalmente nos EUA, ela continua comercializando modelos competitivos e com diferentes faixas de preço.

Relatório identificou leve aumento das vendas no Brasil.Relatório identificou leve aumento das vendas no Brasil.Fonte:  Pexels/Reprodução 

Leve aumento das vendas de smartphones

Após duas quedas consecutivas nos trimestres anteriores, as vendas de smartphones tiveram um crescimento moderado. Com isso, a empresa de consultoria acredita em uma possível recuperação sequencial.

Os primeiros sinais da retomada foram observados nos mercados mais maduros em parte da Ásia e da América Latina. Além disso, o retorno das fábricas na China ajudou a suprir a demanda por aparelhos que estava reprimida anteriormente.

“Pela primeira vez este ano, houve aumento das vendas de smartphones para os usuários finais em três dos cinco principais mercados: Índia (9,3%), Indonésia (8,5%) e Brasil (3,3%)”, destaca Anshul Guptan, diretor de pesquisas da Gartner.

News de tecnologia e negócios Deixei seu email aqui, e welcome to the Jungle.
Xiaomi supera Apple na venda de celulares, aponta Gartner