Apagão: TSE adia eleições em Macapá por falta de luz

1 min de leitura
Imagem de: Apagão: TSE adia eleições em Macapá por falta de luz
Imagem: Elza Fiúza/Agência Brasil
Avatar do autor

A crise de energia elétrica no Amapá, que está sem luz total ou parcialmente desde 3 de novembro após uma subestação pegar fogo, afetou também o calendário eleitoral da região.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou virada para esta quinta-feira (12) o adiamento das eleições municipais em Macapá. O pedido foi realizo pela própria Justiça Eleitoral do estado e acatado pelo presidente do TSE, Luis Roberto Barroso, e confirmado pela Agência Brasil.

Os adiamentos valem tanto para o primeiro turno (que seria realizado neste domingo, em 15 de novembro) quanto para um eventual segundo turno (originalmente marcado para 29 de novembro). Novas datas ainda não foram definidas e dependem do gerenciamento da crise energética nas localidades afetadas, até que "se restabeleçam as condições materiais e técnicas para a realização do pleito".

Situação difícil

Atualmente com a energia parcialmente restabelecida, com o funcionamento a partir de um rodízio, a companhia privada responsável pelo fornecimento será investigada e terá que explicar o incidente. O pedido foi feito pelo presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

News de tecnologia e negócios Deixei seu email aqui, e welcome to the Jungle.
Apagão: TSE adia eleições em Macapá por falta de luz