Samsung defende Exynos 990 contra SD 865 em meio a polêmicas

1 min de leitura
Imagem de: Samsung defende Exynos 990 contra SD 865 em meio a polêmicas
Imagem: Divulgação
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Em resposta a um abaixo-assinado feito por fãs da marca com mais de 35 mil assinaturas, a Samsung decidiu defender o uso de processadores Exynos 990 em seus produtos. Os usuários pedem que a fabricante sul-coreana implemente chips da Qualcomm em celulares Samsung Galaxy S lançados fora dos Estados Unidos.

Baseadas em testes de benchmark, as alegações descontentes afirmam que o desempenho do Exynos é inferior ao dos chips Qualcomm presentes em aparelhos Galaxy S e Galaxy Note disponibilizados em determinados mercados, um fato que incomoda muita gente. O nome do abaixo-assinado é “Parem de nos vender celulares Exynos inferiores”.

(Fonte: AnandTech)(Fonte: AnandTech)Fonte:  AnandTech 

Os clientes ainda questionam a qualidade de fotos e os sensores fotográficos também desses aparelhos. Os testes comparativos citados levaram em conta o desempenho do Galaxy S20 Ultra com chips diferentes.

Em nota oficial, a Samsung afirma: “O Galaxy S20 é um smartphone que foi reimaginado para mudar a maneira como você experimenta o mundo. Dependendo da região, o Galaxy S20 será enviado com o Exynos 990 ou o Snapdragon 865. Os processadores Exynos e Snapdragon passam pelos mesmos testes em cenários rigorosos e reais para oferecer um desempenho consistente e otimizado durante todo o ciclo de vida do smartphone”.

Ou seja, uma mudança, por enquanto, não está nos planos da empresa.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Samsung defende Exynos 990 contra SD 865 em meio a polêmicas