Hacker rouba código fonte de GPUs da AMD e ameaça postar online

1 min de leitura
Imagem de: Hacker rouba código fonte de GPUs da AMD e ameaça postar online
Fonte: https://pixabay.com/illustrations/binary-black-cyber-data-digits-2170630/
Avatar do autor

Na quarta-feira (25), a AMD informou ter recebido um comunicado em dezembro do ano passado, de alguém dizendo que havia roubado a propriedade intelectual de suas placas de vídeo da geração atual e da próxima geração, incluindo o chip personalizado que será usado no Xbox Series X. As informações roubadas estão em forma de código-fonte.

Até o momento, o hacker, identificado como Palesa, publicou parte das informações nos sites Github, TorrentFreak e 4Chan, o que comprova o vazamento. De acordo com o criminoso, os códigos-fonte das GPUs AMD de arquitetura RDNA (Navi 10), RDNA 2 (Navi 21) e Adren (chip que equipa o Xbox Series X) foram encontrados por acaso, em um servidor desprotegido.

Amostra das informações roubadas das GPUs AMD. (Fonte: Wccftech/Reprodução)Amostra das informações roubadas das GPUs AMD. (Fonte: Wccftech/Reprodução)Fonte:  Wccftech 

US$ 100 milhões em informações

A primeira postagem feita pelo hacker no Github foi removida a pedido da AMD, mas uma segunda publicação veio em seguida. A princípio, ele diz que pretende negociar a venda das informações para quem estiver interessado. Enquanto isso, os arquivos de demonstração foram disponibilizados com senha, para restringir o acesso a indivíduos selecionados.

O hacker ainda disse que as informações que compreendem duas gerações de GPUs e um produto específico estão avaliadas em US$ 100 milhões. Ele não pede esse valor como resgate, mas se não encontrar comprador oferecendo uma quantia qualquer, todas as informações serão publicadas na internet, na íntegra, e de graça.

Risco de sérios prejuízos

O risco de que esses códigos-fonte vazem por completo na internet representa a possibilidade de a AMD vir a ter sérios prejuízos relacionados a todos os produtos que usam as arquiteturas RDNA e RDNA 2.

A violação dos códigos-fonte dessas GPUs, além de causar impacto negativo na competitividade de duas gerações de placas, ainda poderia expor todos os clientes da AMD a potenciais brechas de segurança, incluindo usuários finais e corporativos, além dos usuários do próximo console da Microsoft.

A AMD afirmou que está trabalhando junto à oficiais da lei e outros especialistas para iniciar uma investigação.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Hacker rouba código fonte de GPUs da AMD e ameaça postar online