Diretor da Samsung preso por sabotagem sindical renuncia ao cargo

1 min de leitura
Imagem de: Diretor da Samsung preso por sabotagem sindical renuncia ao cargo
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

O presidente do conselho da Samsung, Lee Sang-hoon, renunciou ao cargo que ocupava há quase dois anos após ser condenado por violar leis trabalhistas e tentar sabotar atividades sindicais. A retirada do executivo foi anunciada nesta sexta-feira (14).

Ele assumiu a função no momento em que a companhia se esforçava para aumentar a transparência dos seus negócios, após o escândalo de corrupção envolvendo o herdeiro do grupo Lee Jae-yong, acusado de pagar dezenas de milhões de dólares em suborno a membros do governo.

Mas Lee também acabou se envolvendo em problemas e está preso desde dezembro do ano passado, quando recebeu uma sentença de detenção por 18 meses na Coreia do Sul, sendo acusado de crimes como tentar interromper atividades de sindicatos e burlar leis trabalhistas, que teriam sido cometidos enquanto ele atuava como diretor financeiro da Samsung.

Lee Sang-hoon está detido desde o final de 2019. (Fonte: Bloomberg/Reprodução)

Na sentença, são citados diversos documentos detalhando as táticas do executivo para desencorajar as atividades sindicais, como descobrir informações confidenciais dos membros destas associações e chantageá-los, para adiar negociações entre os sindicatos e a gerência da empresa. Outras 25 pessoas ligadas à gigante sul-coreana também estavam envolvidas no caso e receberam penas semelhantes.

Substituto ainda não foi definido

A Samsung já confirmou a saída de Lee Sang-hoon, mas ainda não deu maiores informações sobre o assunto, limitando-se a dizer que o substituto será indicado num futuro próximo, sem detalhar prazos.

O sucessor dele pode ser um dos membros remanescentes do conselho, que era composto por Lee e outros três executivos internos, além de seis diretores externos. No meio deste grupo estão alguns dos principais CEOs da companhia, responsáveis pelas divisões de celulares, eletrônicos de consumo e componentes.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Diretor da Samsung preso por sabotagem sindical renuncia ao cargo