Imagem de: Chineses organizam boicote à Apple após bloqueio da Huawei nos EUA

Chineses organizam boicote à Apple após bloqueio da Huawei nos EUA

1 min de leitura
Avatar do autor

As atuais tensões comerciais entre China e EUA ganharam um novo capítulo. Pelo menos até pouco tempo atrás, a Apple sofria apenas com o aumento das taxas de importação em alguns acessórios, mas agora uma tendência identificada nas redes sociais chinesas aponta um boicote direto à empresa da Maçã.

Na rede social Weibo, o "Twitter chinês", é possível encontrar muitas pessoas criticando as ações tomadas pelos EUA e incentivando o consumo de produtos produzidos no país asiático. Uma delas diz que “as funções nos aparelhos da Huawei são comparáveis ao iPhone, quando não são melhores. Nós temos uma ótima alternativa, então por que continuamos usando produtos da Apple?”.

Longo processo

Na semana passada, o presidente americano Donald Trump determinou a proibição da compra de equipamentos estrangeiros por empresas de seu país. A atitude seria justificável pois, segundo ele, isso se tratava de uma ameaça em potencial à segurança nacional.

Reprodução/Flickr/f999999_key

O episódio mais recente dessa história foi a suspensão de parte do acesso da Huawei ao Android, atitude tomada pelo Google como reflexo da decisão do presidente americano, que junto de outras medidas, fez com que aumentasse na China um sentimento anti-americano e anti-Apple.

Isso gerou uma reação em parte da população que possui um iPhone, que começou a se sentir culpada por isso, declarando que pretende trocar de marca no seu próximo aparelho. Por mais que o contexto atual incentive muito esse tipo de sentimento, ele não é novidade por lá.

Reprodução/Flickr/Jacek P.

Em dezembro do ano passado, segundo a 9to5mac, algumas empresas ameaçaram demitir funcionários que estivessem utilizando produtos da Apple. Como uma forma de compensação, elas também ofereciam subsídios para que a troca fosse realizada, contanto que fossem aparelhos fabricados pela Huawei.

Apesar da redução do preço dos aparelhos da empresa de Cupertino na China, as vendas no primeiro trimestre de 2019 continuaram diminuindo. Quais serão as consequências dessas atitudes? Deixe abaixo seu comentário sobre o assunto.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Chineses organizam boicote à Apple após bloqueio da Huawei nos EUA