A Ford e a Baidu resolveram unir forças numa parceria para testar carros autônomos na China. A Ford já era membro do Comitê Apollo, um grupo consultivo para a plataforma aberta de condução autônoma da Baidu, além de manter outros acordos de cooperação mútua com a gigante da internet chinesa.

Os testes devem começar até o final deste ano, com a previsão das empresas alcançarem a certificação SAE L4 até 2020. O SAE é um padrão de direção autônoma que mede o nível de envolvimento humano neste tipo de atividade, sendo que o L4 significa o quarto nível da escala, com especificações sobre como, onde e sob quais condições climáticas o veículo deve trafegar.

As parcerias no setor de direção autônoma estão se tornando cada vez mais populares, uma vez que os custos são bastante altos para que uma empresa dê conta sozinha, sem falar nas tecnologias envolvidas. Por isso, temos visto sociedades como GM, Honda e Cruise; Toyota, Aisin Seiki e Denso; e Volkswagen e Mobileye. Por fora dessas pequenas associações, ainda há a necessidade de se criar uma linguagem comum para que as diferentes tecnologias criadas em vários lugares do mundo consigam “conversar” entre si.