Uma pesquisa da Ridester aponta que um motorista da Uber ganha, em média, US$ 14,73 por hora nos Estados Unidos. Como nota a UOL, esse valor não inclui os gastos com combustível e outros itens, mas engloba as gorjetas. Dessa maneira, a pesquisa indica que um motorista Uber, caso tenha uma família de três pessoas, se encontra vivendo abaixo da linha da pobreza.

A Ridester ouviu 2.625 motoristas que trabalham para a Uber. A pesquisa ainda compara com outros valores: por exemplo, o pagamento mínimo por hora nos EUA é de US$ 7,25; enquanto isso, o governo estadunidense afirma que motoristas de táxi receberam US$ 11,96 por hora durante o ano passado.

Entre as cidades pesquisadas, Nova York apresenta o maior ganho médio por hora, com US$ 21,92. Do outro lado, Raleigh (Carolina do Norte) paga apenas US$ 6,62.

Outros dados que a Ridester descobriu são:

  • 58,3% têm cerca de 50 anos;
  • 55,1% têm o ensino médio, enquanto 10,7% possuem pós-graduação;
  • 69,7% são brancos, latinos são 11,6% e negros são 9,4%;
  • 12% são estrangeiros

A Uber não concorda com os dados financeiros apresentados pela Ridester, comentando que “o estudo compilou um ganho médio nacional, em vez de levantar a renda cidade a cidade”, para a UOL.