Na semana passada, Elon Musk, o CEO e fundador da Tesla, publicou uma mensagem no Twitter explicitando suas intenções de tornar privadas as ações de sua empresa de carros elétricos. Isso valorizou os papéis da companhia e aumentou a já enorme fortuna do bilionário, levantando suspeitas por parte da Comissão de Títulos e Câmbio (SEC) dos Estados Unidos de que poderia estar havendo uma manipulação de informações sobre as ações, o que é proibido.

Agora, a SEC está intimando Musk oficialmente a colaborar com as investigações para esclarecer se o que o CEO da Tesla publicou acabou intencionalmente manipulando investidores. Nenhuma das duas partes comentou o assunto, que deve se desenvolver melhor e ter novas informações até o final da semana. Caso a SEC considere que Musk teria uma má intenção para lucrar em cima da valorização dos papeis de sua empresa, ele pode ter uma grande dor de cabeça em um futuro próximo.