Muita gente passa a vida em busca de maneiras de ganhar mais dinheiro. Tem gente que faz praticamente de tudo em busca desse objetivo. Porém, algo raro de se ver é alguém ter sua fortuna ampliada em US$ 1,4 bilhão, ou R$ 5,3 bilhões, com um simples tweet de meros 61 caracteres.

Foi o que aconteceu com Elon Musk, o gênio, bilionário, playboy, filantropo por trás de empresas como a SpaceX e outras. Bastou ele anunciar por meio do Twitter que sua empresa de carros elétricos, a Tesla, poderia ter seu capital fechado – ou seja, sairia da Bolsa de Valores – para que as ações da companhia subissem nada menos que 11% e fizessem seu patrimônio pessoal atingir o recorde de US$ 25,8 bilhões, ou R$ 97,3 bilhões.

Recorde histórico

Segundo a mensagem na rede social, Musk teria intenção de tornar as ações da Tesla privadas ao atingirem o preço de US$ 420, ou R$ 1.583. Atualmente, com essa subida de valor, as ações da companhia chegaram a US$ 379,57, cerca de R$1.431. O tweet foi feito logo após o anúncio de que um fundo público de investimentos da Arábia Saudita injetaria cerca de us4 2 bilhões na empresa. Tudo somado elevou os papéis da Tesla a um recorde histórico de valor.

Com um valor total de US$ 58 bilhões, ou R$ 218,7 bilhões, a Tesla tem 20% de suas ações nas mãos de Musk. Tornar as ações privadas quando atingirem o valor de US$ 420 elevaria o valor da empresa para US$ 72 bilhões – ainda abaixo do mínimo de US$ 100 bilhões necessários para que Musk pudesse exercer seu direito de compra de US$ 2,6 bilhões em ações.